10 melhores cidades do mundo para estudantes em 2016

Custos de vida, padrões acadêmicos, perspectivas de emprego e diversidade de estudantes fazem toda a diferença na hora de escolher um destino.

Redação
Compartilhe esta publicação:

Fazer intercâmbio acadêmico ou até cursar uma graduação no exterior tem se tornado cada vez mais comum entre os estudantes do mundo todo. A experiência de viver sozinho em um país desconhecido, com idioma novo e cultura diferente, pode ser extremamente enriquecedora.

Acessibilidade


VEJA TAMBÉM: Os melhores países para ser jovem em 2015

Mas, entre tantas opções, qual é o melhor lugar do mundo para estudar? A QS, empresa especializada em dados de educação superior, criou um ranking baseado em fatores como custo de vida, conveniência, padrões acadêmicos, perspectivas de emprego e diversidade de estudantes. O primeiro lugar não está no popular e procurado Estados Unidos, mas na tradicional França.

E MAIS: 5 melhores destinos de luxo para curtir em 2016

Veja na galeria de fotos as dez melhores cidades do mundo para estudantes em 2016:

  • 1º) Paris

    Inscreva-se para receber a nossa newsletter
    Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

    País: França

    A lista, elaborada antes dos ataques terroristas de novembro, relembra algumas das coisas que tornam Paris uma cidade tão incrível: 18 universidades que podem competir mundialmente, alta qualidade de vida e mercados de trabalho fortes fazem com que a capital francesa ocupe a primeira posição pelo terceiro ano consecutivo.

  • 2º) Melbourne

    País: Austrália

    Melbourne é o local perfeito para adquirir um diploma. A cidade tem alta perspectiva de emprego, diversidade de estudantes e alta qualidade de vida, mas falha em chegar ao primeiro lugar por causa de sua falta de universidades mundialmente competitivas.

  • 3º) Tóquio

    País: Japão

    Tóquio é tida como extremamente conveniente para estudantes, com nota máxima em qualidade de vida. É ótima em perspectiva de emprego após a formatura também, mas a falta de uma população diversa de estudantes fez com que a cidade não chegasse aos dois primeiros lugares deste ano.

  • 4º) Sydney

    País: Austrália

    A maior cidade do país não recebe notas muito altas nos quesitos universidades de ponta e custo de vida acessível, mas a qualidade de vida e o clima de praia atraem estudantes do mundo todo. Sydney é especialmente recomendada para estudantes de moda – é a única cidade na lista a ter um desfile de moda de patos anual.

  • 5º) Londres

    País: Inglaterra

    Apesar de ganhar quase notas máximas nos quesitos diversidade de estudantes, qualidade de vida e vasto número de universidades muito bem avaliadas, o aumento nos preços dos aluguéis fez com que Londres continuasse a descer nos rankings deste ano, tendo ocupado o terceiro lugar no ano passado e o segundo lugar há dois anos.

  • 6º) Cingapura

    A cidade-estado recebe notas altas em relação a todos os critérios do ranking, e uma melhoria modesta nas universidades da cidade a tornam uma competidora potencial para o primeiro lugar nos próximos anos.

  • 7º) Montreal

    País: Canadá

    A cidade canadense recebeu uma nota alta no quesito qualidade de vida, mas o ponto alto de Montreal é a diversidade de estudantes – a cidade atrai um grande número de alunos internacionais.

  • 8º) Hong Kong

    A qualidade de vida e o mercado de trabalho para formados levam a cidade-estado à oitava posição no ranking deste ano, mas a falta de aluguéis acessíveis pode ser uma barreira para alguns estudantes. Restaurantes e shoppings ficam abertos até muito tarde em Hong Kong, o que é ideal para aqueles com padrões de sono não convencionais.

  • 9º) Berlim

    País: Alemanha

    Berlim sempre foi querida por estudantes, mas apenas este ano entrou no ranking de dez melhores cidades, após ter recebido notas altas em qualidade de vida e custo de vida. É, também, o destino perfeito para estudantes de áreas relacionadas a meio ambiente: cerca de 44% da capital alemã consistem em parques, áreas recreativas, bosques e rios.

  • 10º) Seul

    País: Coreia do Sul

    A metrópole em expansão da Coreia do Sul pode não parecer uma escolha óbvia para estudantes, mas as fortes oportunidades de emprego para formados ajudam a cidade a chegar no top 10. Estudantes podem se beneficiar também dos famosos pratos destinados a curar ressacas.

1º) Paris

País: França

A lista, elaborada antes dos ataques terroristas de novembro, relembra algumas das coisas que tornam Paris uma cidade tão incrível: 18 universidades que podem competir mundialmente, alta qualidade de vida e mercados de trabalho fortes fazem com que a capital francesa ocupe a primeira posição pelo terceiro ano consecutivo.

Compartilhe esta publicação: