15 cidades com os maiores engarrafamentos do mundo

GettyImages
Motoristas passaram quase 200 horas presos no trânsito da capital do Rio de Janeiro no ano passado

Cada motorista de Bogotá, na Colômbia, passou 272 horas no trânsito no ano passado. O levantamento, divulgado pela Statista, foi feito pela INRIX, empresa global de tecnologia especializada em serviços de carros conectados e análise de transporte. Roma, que ficou em 2º lugar, exigiu de seus motoristas nada menos do que 254 horas, enquanto a 3ª colocada no ranking, Dublin, obrigou-os a permanecerem 246 horas em seus veículos.

VEJA TAMBÉM: O plano do cofundador do Waze para eliminar o trânsito

Veja, na galeria de imagens a seguir, as 15 cidades onde os motoristas passaram mais tempo nos engarrafamentos em 2018:

  • 1º. Bogotá (Colômbia)

    272 horas

  • 2º. Roma (Itália)

    254 horas

  • 3º. Dublin (Irlanda)

    246 horas

  • 4º. Paris (França)

    237 horas

  • 4º. Rostov do Don (Rússia)

    237 horas

  • 6º. Londres (Inglaterra)

    227 horas

  • 7º. Milão (Itália)

    226 horas

  • 8º. Bordeaux (França)

    223 horas

  • 9º. Cidade do México (México)

    218 horas

  • 10º. Moscou (Rússia)

    210 horas

  • 11º. Belo Horizonte (Brasil)

    202 horas

  • 12º. São Petersburgo (Rússia)

    200 horas

  • 13º. Rio de Janeiro (Brasil)

    199 horas

  • 14º. Florença (Itália)

    195 horas

  • 14º. Bruxelas (Bélgica)

    195 horas

1º. Bogotá (Colômbia)

272 horas

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).