Em resposta a reportagem da Forbes, Kylie Jenner diz que nunca “tentou mentir”

gettyimages-AxelleBauer-Griffin
Kylie respondeu rapidamente no Twitter, negando que tivesse deturpado as finanças de sua empresa

A revelação da Forbes de que empresária do ramo de cosméticos de 22 anos Kylie Jenner havia exagerado sua riqueza nos documentos fiscais que forneceu à Forbes –com novos cálculos mostrando que ela não é bilionária— provocou uma resposta impetuosa dela.

A Forbes –que havia nomeado Kylie como bilionária self-made mais jovem do mundo– divulgou suas descobertas ontem (29) após uma investigação de um mês sobre as finanças dela.

LEIA MAIS: Por dentro da rede de mentiras de Kylie Jenner e por que ela não é mais uma bilionária

Os registros públicos da Coty, que adquiriu uma participação de 51% na Kylie Cosmetics no início deste ano, revelaram que os negócios de Kylie eram significativamente menores e menos lucrativos do que ela havia levado a Forbes a acreditar.


Kylie respondeu rapidamente no Twitter, negando que tivesse deturpado as finanças de sua empresa: “Nunca pedi nenhum título ou tentei mentir minhas conquistas. NUNCA. Ponto final”, ela escreveu.

Ela minimizou a reportagem, escrevendo: “Eu posso citar uma lista de 100 coisas mais importantes agora”, depois de críticas dos fãs sobre seus tuítes defensivos.

Outros apontaram que, com o novo valor calculado de US$ 900 milhões –“Mudança besta”, brincou a “Vulture”– Kylie ainda estava muito bem financeiramente.

“A acusação da Forbes de que Kylie apresentou ‘declarações fiscais falsas’ é inequivocamente mentira e estamos exigindo que a Forbes se retrate imediatamente e publicamente sobre essa e outras declarações”, disse o advogado de Kylie, Michael Kump, à “People” em um comunicado.

A Forbes respondeu aos comentários de Kylie com esta declaração do diretor de comunicações, Matt Hutchison: “A investigação amplamente divulgada hoje foi desencadeada por documentos recentes que revelavam discrepâncias flagrantes entre informações fornecidas privadamente a jornalistas e informações fornecidas publicamente a acionistas. Nossos repórteres descobriram as imprecisões e passaram meses apurando os fatos. Incentivamos o advogado a reler o artigo.”

Em novembro de 2019, Jenner anunciou que venderia 51% da Kylie Cosmetics, a marca de maquiagem que ela fundou e construiu via Instagram e mídia social, para a gigante da beleza Coty. O acordo avaliou a Kylie Cosmetics em quase US$ 1,2 bilhão e parecia apoiar os cálculos da Forbes de que ela era bilionária. Mas os registros públicos da Coty desde então revelaram discrepâncias entre o desempenho real da empresa e o que os Jenners haviam compartilhado anteriormente com a Forbes e outras publicações. Os registros da Coty mostraram que a empresa gerou US$ 125 milhões em vendas em 2018, por exemplo, apesar de a família Jenner ter levado a Forbes a acreditar que havia gerado US$ 360 milhões. Seus negócios também provavelmente valem menos do que em novembro, quando a Coty concordou em pagar o que analistas do mercado financeiro acham que era um preço alto por sua participação de 51%, antes da crise do coronavírus dizimar as ações dos segmentos de beleza e varejo.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Inscreva-se no Canal Forbes Pitch, no Telegram, para saber tudo sobre empreendedorismo: .

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).