Por onde andam 5 atletas de edições anteriores da lista Under 30

Grandes nomes do esporte como Gabriel Medina e Bruninho contam sobre projetos atuais e a experiência de serem destacados pela Forbes.

Mateus Omena
Compartilhe esta publicação:

Neymar Jr., Daniel Dias, Gabriel Medina, Etiene Medeiros e Bruninho são os atletas destacados

Acessibilidade


A lista Forbes Under 30, que tem sua versão brasileira desde 2014, é uma das mais cobiçadas entre jovens empreendedores, criadores e game-changers de até 30 anos nos mais diversos setores. Já fizeram parte da seleção nomes como Camila Coutinho, Marina Ruy Barbosa, Caio Castro e Felipe Neto, entre muitos outros.

Com as inscrições para a Under 2021 abertas, publicaremos, mensalmente, por onde andam cinco representantes das turmas anteriores. Em março, é a vez de Esportes, categoria que já reconheceu 41 jovens prodígios.

LEIA TAMBÉM: Forbes abre inscrições para lista Under 30 2021

Veja, na galeria de imagens a seguir, as histórias de Neymar Jr., Daniel Dias, Gabriel Medina, Etiene Medeiros e Bruninho:

  • Gabriel Medina, 27 anos, surfista

    Inscreva-se para receber a nossa newsletter
    Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

    Conhecido no surfe brasileiro e internacional, Gabriel Medina se destaca por grandes vitórias no início de sua carreira. Aos 17 anos, chamou a atenção em sua estreia no World Surf League Tour (Liga Mundial de Surfe, em tradução livre), em 2011. E, em 2014 e 2018, tornou- se campeão mundial da WSL.

    Em 2015, já um dos principais nomes do surfe brasileiro, Medina foi uma das jovens personalidades esportivas do Under 30. Para o atleta, aparecer na lista significou ser visto como um profissional de referência. “Essa menção me fez perceber que, de alguma forma, eu fiz a diferença no surfe e isso me deu mais motivação para continuar buscando meus objetivos e sonhos no esporte.”

    O surfista é um dos atletas selecionados para representar o Brasil nos Jogos Olímpicos de Tóquio. Apesar das dificuldades geradas pela pandemia de Covid-19, Medina afirma que segue o treinamento com determinação e grandes expectativas. “Estou muito feliz e animado, principalmente porque o surfe está presente na Olimpíada pela primeira vez, e por isso, quero chegar lá bem preparado.”

    Além de treinos, a rotina do atleta também inclui a participação na gestão do Instituto Gabriel Medina, que tem o objetivo de formar novos profissionais no surfe. De acordo com Medina, seu propósito é oferecer a crianças e jovens o suporte necessário para desenvolver seus talentos. “Quero mostrar a eles que é preciso sonhar grande, treinar duro, ter disciplina e se dedicar ao máximo para realizar seus sonhos.”

    Getty Images
  • Bruninho, 34 anos, jogador de vôlei

    Listado como Under 30 pela Forbes em 2017, Bruninho, jogador da seleção brasileira de voleibol, diz se sentir honrado por ter integrado a lista ao lado de outros jovens talentos, e afirma que sua aparição na publicação fez com que o público o enxergasse de maneira diferente.

    “O Under 30 me trouxe um respeito muito grande, as pessoas passaram a me olhar de um jeito diferente, não apenas como atleta, mas também como uma pessoa capaz de inspirar outras além do vôlei”, diz.

    Desde abril de 2020, Bruninho é o levantador do EMS Taubaté Funvic, após seis temporadas no vôlei italiano e uma no Sesi-SP. Atualmente, o atleta se prepara para competir na Olimpíada de Tóquio. Depois de conquistar a medalha de ouro na Rio 2016, Bruninho se mostra mais determinado para encarar o novo desafio. “Estou buscando evoluir e chegar fisicamente bem no maior foco deste ano para mim, que é a Olimpíada de Tóquio, para conquistar mais uma medalha.”

    Fora das quadras, Bruninho também é sócio do restaurante de culinária italiana Posí Mozza & Mare, no Rio de Janeiro.

    Tomás Artuzi_Forbes/Getty Images
  • Daniel Dias, 32 anos, nadador paralímpico

    Considerado o maior medalhista da natação em Paralimpíadas, com 97 medalhas conquistadas, Daniel Dias carrega uma história de lutas e sucessos. Como uma das personalidades do Under 30, em 2017, o nadador se sente orgulhoso pelo reconhecimento do seu trabalho e por se tornar uma inspiração no esporte.

    “Estar nesta lista me ajudou a entender que estou cumprindo o meu propósito de ser um bom profissional. E, com a minha contribuição ao esporte brasileiro, sou um exemplo ainda maior para muitas crianças e jovens fazerem a diferença em qualquer área de atuação.”

    Nos Jogos Paralímpicos Rio 2016, Daniel Dias conquistou nove medalhas. Agora, sente-se ansioso para vencer em Tóquio. “É um grande momento participar de uma Paraolimpíada. Estou treinando a todo vapor e me dedicando muito para continuar me destacando, entregar minha melhor versão e representar muito bem o meu país.”

    Em janeiro, Daniel anunciou que vai se aposentar após os Jogos Paralímpicos. Apesar da saudade que sentirá da rotina de treinos e competições, o atleta afirmou se sentir realizado em sua vida profissional, especialmente por ajudar no desenvolvimento do esporte paralímpico brasileiro. E, também, planeja novos projetos. “Tenho metas e sonhos para seguir a partir da aposentadoria. Quero realizar trabalhos voltados ao esporte, especialmente no Instituto Daniel Dias, promovendo a inclusão. O esporte é a ferramenta que transformou a minha vida e que pode mudar a vida de muitas outras pessoas.”

    Tomás Artuzi_Forbes/Getty Images
  • Etiene Medeiros, 29 anos, nadadora

    Listada na turma de 2015 do Forbes Under 30, Etiene Medeiros é um dos nomes consagrados da natação no Brasil. Especialista em provas de velocidade, ela se destaca por ter sido a primeira mulher brasileira a conquistar uma medalha de ouro em um Campeonato Mundial de Natação, em 2017, em Budapeste. “Ser uma das personalidades brasileiras do Under 30 e ter o meu trabalho reconhecido pela Forbes foi uma surpresa enorme. Guardo comigo a revista impressa com muito prazer”, diz Etiene.

    A recifense também coleciona outras conquistas em sua carreira, como o recorde mundial dos 50 metros costas em piscina curta, em Doha, no Catar, em 2014. Finalista olímpica na Rio 2016 na prova dos 50 metros livre, a atleta agora treina no Sesi-SP e se prepara para competir nos Jogos Olímpicos de Tóquio neste ano. “Estou treinando bastante e com boas expectativas para participar dessa Olimpíada. Meu propósito é chegar às finais e trazer uma medalha para o Brasil.”

    Junto com a natação, Etiene concilia sua vida com projetos beneficentes para conscientização do câncer de mama ao lado de outros colegas de profissão. E também planeja fundar o Instituto Etiene Medeiros, para colocar em prática projetos esportivos com crianças e jovens e iniciativas culturais voltadas ao desenvolvimento social.

    Divulgação/Getty Images
  • Neymar Jr., 29 anos, jogador de futebol

    Considerado um dos melhores jogadores do mundo, Neymar Jr. foi uma das estrelas da edição 2014 do Under 30.

    O atacante, que procurado pela Forbes não quis dar entrevista, começou sua carreira no Santos, aos 17 anos, e ajudou o clube a conquistar dois títulos consecutivos do Campeonato Paulista, além da Copa do Brasil e da Copa Libertadores.

    Parte do elenco do Paris Saint-Germain, da França, Neymar tem 31 títulos como profissional. São nove conquistas pelo clube parisiense desde que chegou na temporada 2017/18. Pelo Barcelona, conquistou 10 e, pelo Santos, outros seis. Como integrante da seleção brasileira acumula um título na Copa das Confederações (2013), quatro Superclássicos das Américas (2011, 2012, 2014 e 2018) e uma Olimpíada (2016).

    Com 64 gols em 103 partidas desde sua estreia na seleção brasileira, aos 18 anos, Neymar se tornou o segundo maior artilheiro do país, atrás apenas de Pelé.

    Getty Images

Gabriel Medina, 27 anos, surfista

Conhecido no surfe brasileiro e internacional, Gabriel Medina se destaca por grandes vitórias no início de sua carreira. Aos 17 anos, chamou a atenção em sua estreia no World Surf League Tour (Liga Mundial de Surfe, em tradução livre), em 2011. E, em 2014 e 2018, tornou- se campeão mundial da WSL.

Em 2015, já um dos principais nomes do surfe brasileiro, Medina foi uma das jovens personalidades esportivas do Under 30. Para o atleta, aparecer na lista significou ser visto como um profissional de referência. “Essa menção me fez perceber que, de alguma forma, eu fiz a diferença no surfe e isso me deu mais motivação para continuar buscando meus objetivos e sonhos no esporte.”

O surfista é um dos atletas selecionados para representar o Brasil nos Jogos Olímpicos de Tóquio. Apesar das dificuldades geradas pela pandemia de Covid-19, Medina afirma que segue o treinamento com determinação e grandes expectativas. “Estou muito feliz e animado, principalmente porque o surfe está presente na Olimpíada pela primeira vez, e por isso, quero chegar lá bem preparado.”

Além de treinos, a rotina do atleta também inclui a participação na gestão do Instituto Gabriel Medina, que tem o objetivo de formar novos profissionais no surfe. De acordo com Medina, seu propósito é oferecer a crianças e jovens o suporte necessário para desenvolver seus talentos. “Quero mostrar a eles que é preciso sonhar grande, treinar duro, ter disciplina e se dedicar ao máximo para realizar seus sonhos.”

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Compartilhe esta publicação: