Forbes Under 30: 20 jovens notáveis da Europa em 2021

Lista reúne 300 nomes que se destacaram no último ano em dez categorias, desde entretenimento até ciência

Redação
Compartilhe esta publicação:
Kurt Krieger-Corbis/Getty Images
Kurt Krieger-Corbis/Getty Images

Emma Corrin, destaque principal da categoria Entretenimento, deu vida à Lady Di Spencer na série “The Crown”, sucesso da Netflix

Acessibilidade


Assim como no Brasil e nos Estados Unidos, a Forbes publica anualmente a lista Under 30 da Europa, reunindo os jovens que mais se destacaram em suas trajetórias profissionais. Em sua sexta edição, reúne 300 nomes para representar a geração abaixo dos 30 anos.

Os 300 jovens foram divididos em dez categorias: Arte e Cultura, Entretenimento, Finanças, Indústria, Mídia e Marketing, Varejo e E-commerce, Ciência e Saúde, Impacto Social, Esportes e Games, Tecnologia.
Durante todo o ano, os repórteres da Forbes examinaram milhares de indicações e entrevistaram especialistas para compilar a lista.

LEIA TAMBÉM: Under 30 2020: 90 destaques brasileiros abaixo dos 30 anos

Entre os destaques do entretenimento deste ano estão Emma Corrin, que já ganhou fama com o público em seu primeiro grande papel, interpretando Lady Di no enorme sucesso da Netflix “The Crown” e sinaliza uma carreira promissora, e Maria Bakalova, que surpreendeu ao ser indicada ao Oscar de Melhor Atriz Coadjuvante por “Borat: Fita de Cinema Seguinte”.

No esporte, Marcus Rashford é o grande nome, principalmente pelo seu trabalho de filantropia durante a pandemia. Nas quadras, se destaca o tenista russo Daniil Medvedev, despontando no ranking mundial.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Em um ano tão desafiador e atípico para todas as áreas, a nova geração mostrou que é possível ter sucesso e mudar o mundo, mesmo que seja a partir de suas casas.

Veja, na galeria abaixo, 20 destaques entre os jovens notáveis da Europa em 2021:

  • David M. Benett/Getty Images

    Fisayo Longe, 28
    Fundadora do Coletivo Kai

    Principal destaque de Arte e Cultura

    Depois de abandonar a faculdade e o emprego de auditora na KPMG, Fisayo Longe decidiu fundar o Coletivo Kai, uma marca de moda que visa inspirar a confiança feminina. Crescendo na Nigéria, Fisayo foi ensinada a priorizar o casamento acima de tudo. Com 60 mil clientes de sua marca inclusiva, ela tomou um empréstimo de US$ 11 mil de sua mãe e o transformou em um negócio de mais de US$ 550 mil por ano. A marca apoia duas organizações nigerianas: o Mirabel Center e a STER – ambas fornecem serviços médicos e psicológicos para sobreviventes de violência doméstica. Ela já colaborou com Nike, Google, Aldo, Shopify, Lancôme, entre outros.

  • Peter White/Getty Images

    Cindy Bruna, 26
    Modelo

    Aos 15 anos, Cindy Bruna foi descoberta pelo fotógrafo de moda Steven Meisel. Meses depois, participou do desfile da Victoria’s Secret e mais tarde estampou as capas da “Elle”, “Vogue” e “Harper’s Bazaar”. Além de ser porta-voz internacional da L’Oréal, ela também é embaixadora da Solidarité Femmes, que ajuda sobreviventes de violência doméstica.

  • Reprodução/Instagram

    Jack Coulter, 26
    Artista

    Diagnosticado com sinestesia, Jack Coulter pinta música. Ele começou a pintar ainda adolescente em sua garagem em Belfast, Irlanda do Norte. Hoje, Anne Hathaway, Paul McCartney, Patti Smith, Coca-Cola, o espólio de Freddy Mercury e outros possuem suas obras.

  • Taylor Hill/Getty Images

    Imaan Hammam, 24
    Modelo

    A modelo holandesa de ascendência marroquina e egípcia estreou em 2013, desfilando para Jean-Paul Gaultier, Givenchy, Hermes, Proenza Schouler, Chanel e Valentino. Ela foi fotografada por Annie Leibovitz e estampou as capas da “Porter”, “Elle”, e da “Vogue” italiana, britânica e holandesa, entre outras.

  • Lia Toby/Getty Images

    Charli Howard, 29
    Cofundadora da Squish Beauty

    Uma vez descartada por sua agência de modelos por ser “grande demais”, Charli escreveu livros sobre imagem corporal para adolescentes e lançou a linha de cuidados com a pele Squish com inclusão em seu núcleo. Celebridades como Dua Lipa usaram produtos Squish, que são estocados na Urban Outfitters e na Anthropologie. As campanhas da marca são feitas com imagens não retocadas.

  • Gareth Cattermole/Getty Images

    Harris Reed, 24
    Fundador da Harris Reed

    Harris Reed descreve sua marca homônima como “romantismo que se tornou não-binário”. Desde o início de sua carreira de designer na Central Saint Martins, a “Vogue” contratou Reed para vestir Harry Styles para a capa de dezembro de 2020 e a “Harper’s Bazaar” nomeou Reed o Designer do Ano de 2020. A M.A.C. lançou a linha M.A.C. x Harris Reed em 2020, uma colaboração de maquiagem de gênero fluido entre o designer e a gigante da maquiagem.

  • Axelle/Bauer-Griffin/Getty Images

    Emma Corrin, 25
    Atriz

    Principal destaque de Entretenimento

    Emma é mais conhecida por seu papel como Lady Diana Spencer na 4ª temporada da série de sucesso da Netflix “The Crown”, que lhe rendeu um Globo de Ouro e o prêmio de Melhor Atriz no Critics’ Choice Awards, bem como uma indicação ao SAG. Emma tem dois papéis principais chegando, no filme da Amazon “My Policeman” (“Meu Policial”, em tradução livre) e em uma nova adaptação cinematográfica do romance de D. H. Lawrence “Lady Chatterly’s Lover” (“O Amante de Lady Chatterley”). Ela também fará sua estreia nos palcos em Londres neste verão no Hemisfério Norte como o papel principal em “Anna X”.

  • David M. Benett/Getty Images

    Daisy Edgar-Jones, 22
    Atriz

    Daisy fez sua estreia como atriz ainda adolescente, aos 17 anos, interpretando o papel regular de Olivia na série “Cold Feet” (“Pé Frio”, em tradução livre) para a ITV britânica. Foi o papel de Marianne em “Pessoas Normais” que a impulsionou ao estrelato internacional, dando-lhe uma indicação ao Globo de Ouro e ao Critics’ Choice Awards de Melhor Atriz em Série Limitada, um Prêmio Madame Figaro Rising Star, um Talento Emergente Rose d’Or Prêmio, entre outras homenagens. Em 2020, ela apareceu no palco como Zara em “Albion” de Mike Barlett e conseguiu dois papéis principais em filmes não lançados ainda, “Fresh” e “Where The Crawdads Sing” (“Um Lugar Bem Longe Daqui”).

  • Gilbert Carrasquillo/Getty Images

    Nikkie de Jager, 26
    Youtuber

    Desde que Nikkie lançou seu canal no YouTube em 2008, ela se tornou uma das maiores estrelas de beleza da plataforma, com quase 14 milhões de assinantes. Ela é conhecida por seus looks vibrantes e glamorosos, análises honestas de produtos de maquiagem e sua personalidade animada, que rendeu vídeos em colaboração com Lady Gaga, Selena Gomez, Becky G, a marca Fenty Beauty de Rihanna e outros. Ela também criou sua própria paleta de sombras em parceria com a Beauty Bay. Ela se revelou transgênero no início de 2020 e mais tarde compartilhou sua história em uma série de documentários do YouTube chamada “NikkieTutorials: Layers of Me” (“NikkieTutorials: Camadas de Mim”, em tradução livre).

  • Kirsty O'Connor/PA Images/Getty Images

    Lydia West, 27
    Atriz

    Lydia esteve muito ocupada nos últimos anos, participando de grandes produções como “Years and Years” da BBC/HBO, “Drácula” da BBC1/Netflix e, mais recentemente, “It’s a Sin” do Channel 4/HBO, o que certamente chamará a atenção das premiações. Ela também fez trabalho de voz, interpretando Dorothy em “O Mágico de Oz” para Audible ao lado de Jim Broadbent.

  • CBS/Getty Images

    Maria Bakalova, 24
    Atriz

    Maria já era uma estrela cinematográfica em ascensão em sua Bulgária natal, mas seu papel em “Borat: Fita de Cinema Seguinte” a impulsionou ao estrelato internacional. Sua atuação como filha de Borat, Tutar Sagdiyev, rendeu-lhe mais de 50 indicações para prêmios em circuitos de festivais nos EUA e no exterior, incluindo um Oscar de Melhor Atriz Coadjuvante. Maria defende a igualdade de representação para os europeus orientais, bem como a normalização de sotaques estrangeiros na tela e a eliminação de estereótipos negativos. Em 2021, ela se tornou sócia da JupiterLights Pictures ao lado do fundador Julian Kostov.

  • CBS/Getty Images

    Jacob Collier, 26
    Músico

    Collier recebeu três indicações ao Grammy este ano, incluindo Álbum do Ano, e ganhou por Melhor Arranjo Instrumental com Acompanhamento de Voz. Mais conhecido por suas versões de canções como “All Night Long” de Lionel Richie e “You and I” de Stevie Wonder, Collier se destacou ao gravar seu álbum quádruplo “Djesse”, sendo que o terceiro volume foi gravado durante os primeiros meses da pandemia. Ele está programado para embarcar em um primeiro conjunto de 67 datas de sua turnê mundial na primavera do Hemisfério Norte de 2022.

  • Gareth Cattermole/Getty Images

    Uzo Emenike, 26 (MNEK)
    Músico

    MNEK é um produtor prolífico que assinou seu primeiro contrato de publicação aos 14 anos e colaborou com os maiores nomes do pop – de Beyoncé a Madonna e Kylie Minogue. Além das lendas, ele também trabalhou com talentos pop emergentes internacionais, de Zara Larsson em “Never Forget You” a Haylee Steinfield em “Color”. MNEK é um defensor sincero dos LGBTQ+ e, recentemente, organizou um acampamento de composição para LGBTQ+ durante o mês do Orgulho em Londres em 2019. Seu single “Head & Heart”, uma colaboração com o DJ e produtor britânico Joel Corry, alcançou o primeiro lugar no ranking das mais ouvidas no Reino Unido, em julho de 2020.

  • Matthew Peters/Getty Images

    Marcus Rashford, 23
    Atacante do Manchester United

    Principal destaque de Esportes e Games

    Marcus Rashford, uma estrela em ascensão no Manchester United e na seleção inglesa, transformou seu sucesso em campo em filantropia. Em 2020, ele arrecadou mais de £ 20 milhões (US$ 27 milhões) por meio da instituição de caridade alimentar FareShare e com sucesso fez campanha para o governo britânico fazer reformas políticas que garantiram a 1,7 milhão de crianças acesso a fontes de alimentos durante a pandemia. Ele também garantiu financiamento para 15 centros juvenis e está escrevendo uma série de livros infantis.

  • Reprodução/Twitter

    Pontus Eskilsson, 29
    VP do Twitch

    Pontus Eskilsson começou sua carreira em eSports aos 17 anos, após fundar o site de conteúdo de jogos Netcrash na Suécia. Depois de um período no comando do maior site de esportes eletrônicos dos países nórdicos, o Fragbite.se, ele se juntou ao Twitch e agora ajuda a formar a estratégia para os negócios de criadores do Twitch na Europa, Oriente Médio e África.

  • Michael Reaves/Getty Images

    Daniil Medvedev, 24
    Tenista

    O astro do tênis russo Daniil Medvedev é o primeiro jogador masculino fora dos quatro grandes (Nadal, Federer, Djokovic e Murray) a entrar nos dois primeiros lugares do ranking mundial. Uma estrela do tênis para a próxima década, Medvedev alcançou as semifinais do Aberto dos Estados Unidos, em 2020, e as finais do Aberto da Austrália de 2021, em fevereiro. É notório que Medvedev abandonou um curso de economia e comércio no Instituto Estadual de Relações Internacionais de Moscou para se concentrar no esporte.

  • Reprodução/LinkedIn

    Rodolphe Barrerre, 29
    Cofundador da Potloc

    Principal destaque de Tecnologia

    A Potloc arrecadou US$ 18,5 milhões até o momento, com base no interesse em sua ferramenta de inteligência de negócios, que conduz milhares de pesquisas geo-direcionadas em redes sociais. Isso ajuda seus clientes a ter insights do consumidor para entender como os compradores e não compradores se comportam. Embora a Potloc tenha sede em Montreal, no Canadá, Barrerre nasceu na França e é ex-funcionário do Grupo LVMH. Ele gerencia 80 funcionários espalhados por três escritórios na Europa e na América do Norte. A empresa trabalha com vários varejistas importantes como Decathlon, L’Oréal e Carrefour.

  • Reprodução/Instagram

    Jesaja Brinkmann, 29
    Cofundador da Cara Care

    Principal destaque de Ciência e Saúde

    Jesaja Brinkmann é cofundador e coCEO da Cara Care, uma empresa de terapia digital com foco em doenças digestivas crônicas. Mais de 700 mil pessoas usaram o aplicativo da startup com sede em Berlim, Alemanha, para a síndrome do intestino irritável e outros distúrbios. A Cara Care levantou US$ 11 milhões desde 2016 de investidores, incluindo a Johnson & Johnson Innovation.

  • Reprodução/LinkedIn

    Yolanda Schmidtke, 28
    Cofundadora do Grupo DLE

    Principal destaque de Finanças

    Ao fundar o Grupo DLE em 2016, Yolanda, de 28 anos, queria romper com o setor imobiliário tradicional com novos produtos de investimento e soluções financeiras inovadoras. Desde então, a empresa se tornou uma plataforma de gestão de ativos atendendo investidores institucionais com mais de 2 bilhões de ativos sob gestão. Yolanda é a única mulher no conselho da empresa.

  • Reprodução/LinkedIn

    Sergii Gerasymovich, 29
    Cofundador da EZ Blockchain

    Gerasymovych é cofundador e CEO da EZ Blockchain, que ajuda os produtores de petróleo e gás a utilizar o que de outra forma seria gás desperdiçado para produzir eletricidade usada para minerar criptomoeda, reduzindo emissões e gerando receita ao mesmo tempo. A empresa fabrica seus data centers móveis na Estônia e os opera em toda a América do Norte.

David M. Benett/Getty Images

Fisayo Longe, 28
Fundadora do Coletivo Kai

Principal destaque de Arte e Cultura

Depois de abandonar a faculdade e o emprego de auditora na KPMG, Fisayo Longe decidiu fundar o Coletivo Kai, uma marca de moda que visa inspirar a confiança feminina. Crescendo na Nigéria, Fisayo foi ensinada a priorizar o casamento acima de tudo. Com 60 mil clientes de sua marca inclusiva, ela tomou um empréstimo de US$ 11 mil de sua mãe e o transformou em um negócio de mais de US$ 550 mil por ano. A marca apoia duas organizações nigerianas: o Mirabel Center e a STER – ambas fornecem serviços médicos e psicológicos para sobreviventes de violência doméstica. Ela já colaborou com Nike, Google, Aldo, Shopify, Lancôme, entre outros.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Compartilhe esta publicação: