Apresentado por       

Heart Billions: Erika Januza

“Investir na minha casa é investir em mim – depois de todo esse perrengue de morar em quarto emprestado e de alugar apartamento vazio", diz a atriz.

Mariana Weber
Apresentado por       
Compartilhe esta publicação:
Larissa Marques/Divulgação
Larissa Marques/Divulgação

Erika Januza diz que faz parte do bem-estar dela olhar meu redor e se sentir bem – lista Apresentada por Stella Artois

Acessibilidade


“Eu me presenteei com a minha casa própria”, diz a atriz Erika Januza, mostrando, por videoconferência, os ambientes do seu imóvel de três quartos, três andares, adega, piscina e jardim, recém-adquirido no Recreio, no Rio. Um presente e tanto para quem chegou a pensar que não conseguiria se manter na capital carioca e teria que voltar para Contagem, em Minas Gerais. “As chaves vieram como um presente de várias coisas: de aniversário (36 anos), de primeira semana de gravação do meu novo trabalho (a série “Verdades Secretas 2”)… Foi uma semana de renovação depois de muita luta e de ter morado em um apartamento em que meu rack era uma lata de tinta.”

Lançada atriz como protagonista da série da TV Globo “Suburbia”, de 2012, Erika se mudou para o Rio em 2014 para gravar a novela “Em Família”. Morou de favor na casa de um amigo, dividindo quarto com a irmã dele, depois se transferiu, levando uma TV trazida de Minas e um colchão, para um apartamento que não tinha nada dentro – fora a lata de tinta esquecida da última pintura.

“Sempre fui caseira, gosto de ficar em casa”, conta. “Vivo sozinha aqui no Rio, minha família ficou toda em Minas. Investir na minha casa é investir em mim – depois de todo esse perrengue de morar em quarto emprestado e de alugar apartamento vazio até começar a mobiliar para ir dando a minha cara. A casa é uma confirmação de que a minha intuição de escolha de carreira estava certa. Faz parte do meu bem-estar olhar ao meu redor e me sentir bem.”

Entre o que Erika vê ao redor há muitas plantas – 60, catalogadas em um PDF e tratadas diariamente pela atriz. “De cacto a samambaia, tenho todos os tipos. Adoro. Não sei se é um pouco de trazer os hábitos de Minas para perto de mim, porque minha avó gostava de cuidar das plantas.”

Além de plantas, há cachorros – três. E é nessa companhia, mais a do namorado, vizinho de prédio, que ela diz recarregar as energias para seguir para fora de casa. Não à toa, o bairro escolhido é próximo ao Projac. “Sou alucinada por trabalhar. Me descobri como atriz de uma forma muito forte. Eu não imaginava que ia ser tão forte. Tanto que, quando pedi demissão do meu emprego para fazer ‘Suburbia’, fui até minha antiga patroa e perguntei se poderia voltar quando acabasse. No final das contas tudo deu certo.” Filha de uma empregada doméstica e um mecânico, Erika sempre quis ser modelo. Mas trabalhava como secretária de uma escola em Contagem quando soube do teste para a série da Globo, em Belo Horizonte. Chegou a duvidar de que o negócio era sério. Mas foi, passou e mudou de vida.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Mas não tão rápido. Depois da primeira novela, mais nada apareceu. “Fiquei um tempão sem trabalhar. Já não tinha mais como pagar aluguel, como me manter no Rio. Entrei em um buraco de não acreditar em mim.” Estava a ponto de ir embora quando conseguiu o papel na novela “Sol Nascente” (2016). E resolveu mudar de postura. “Comecei a me organizar. A investir em mim, na minha imagem. Descobri o coach. Toda oportunidade que eu tenho estou agarrando, para aprender o máximo que puder.” Para ela, o equilíbrio vem também da religiosidade. “Não há um dia que eu não agradeça a Deus pelas coisas na minha vida. A primeira coisa que eu fiz depois que eu peguei a chave foi trazer um padre e duas freiras. Precisava de uma oração para abençoar esse lugar.”

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Compartilhe esta publicação: