Hackers roubam 20 milhões de libras em ataque a contas bancárias britânicas

Vírus foi espalhado através de mensagens de e-mail com arquivos infectados

Redação
Compartilhe esta publicação:
iStock

iStock

Acessibilidade


Hackers roubaram cerca de £ 20 milhões (US$ 30,8 milhões) de contas bancárias do Reino Unido, usando o malware Dridex, de acordo com a National Crime Agency (NCA), órgão britânico. A agência enviou alertas aos usuários de home bank para se protegerem contra o vírus, conhecido também como Bugat e Cridex, e diz estar em busca dos ladrões “tecnicamente hábeis”. Uma prisão já foi feita: Andrey Ghinkul, da Moldávia, foi considerado culpado em nove acusações nos Estados Unidos.

DICAS: 5 medidas de segurança digital que você pode estar ignorando

O malware foi desenvolvido por hackers da Europa oriental, diz a NCA, e coleta dados bancários on-line para roubar dinheiro de indivíduos e empresas globalmente. Computadores ficam infectados quando os usuários abrem documentos de mensagens de e-mail aparentemente legítimas. Usuários de Windows estão sob maior risco, diz a agência.

A NCA recomenda que as pessoas se assegurem de que seus sistemas operacionais estão atualizados e de que bons antivírus estejam instalados nos computadores. Dois websites – CyberStreetWise e GetSafeOnline – dão conselhos e dicas sobre o assunto. A principal recomendação é não abrir arquivos anexados e não clicar em links inesperados.

LEIA TAMBÉM: Smartphones com Android podem ter digitais roubadas remotamente por hackers

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

A unidade de crimes cibernéticos da NCA trabalha em conjunto com a Europol, o FBI e outras autoridades europeias para solucionar o problema.

Compartilhe esta publicação: