EUA aprovam sistema de auto-estacionamento da BMW

Governo incluirá no orçamento do país para 2017 uma verba de US$ 4 bilhões para acelerar uso de tecnologias de carros autônomos.

Redação
Compartilhe esta publicação:
Reprodução/FORBES

Reprodução/FORBES

Acessibilidade


A BMW foi uma das maiores beneficiadas com o anúncio dessa semana feito pelo secretário de Transportes dos Estados Unidos, Anthony Foxx, de que o governo incluirá no orçamento do país para 2017 uma verba de US$ 4 bilhões para criar um programa que acelerará o uso de tecnologias de carros autônomos.

VEJA TAMBÉM: Em parceria com BMW, Baidu lançará carro autônomo em breve

Além disso, a Administração Nacional de Segurança no Trânsito dos Estados Unidos passou a permitir que a montadora utilize seu sistema de auto-estacionamento oferecido no, redesenhado, Série 7 2016.A tecnologia permite que o motorista, depois de desligar e sair do veículo, utilize a chave do carro, que tem uma mini tela de vídeo, como um controle remoto para estacionar automaticamente o veículo em uma garagem ou em vagas apertadas.

A ideia é facilitar a vida de quem está dirigindo. Dessa maneira não será preciso se espremer para conseguir sair do carro depois de estacionar. O recurso havia sido proibido no país porque a legislação norte-americana estabelecia que o motorista precisava estar presente fisicamente no carro para controlar o pedal do freio e estacioná-lo.

SAIBA MAIS:EUA investem US$ 4 bi em infraestrutura para carros autônomos

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

“Em 2016, vamos fazer tudo que pudermos para promover veículos seguros, inteligentes e sustentáveis”, Foxx afirmou no início desta semana no Salão Internacional do Automóvel da América do Norte, em Detroit. “Estamos otimistas com veículos automatizados.”

Compartilhe esta publicação: