Walmart tem vendas acima do esperado no trimestre

Aumento foi impulsionado por maior tráfego de clientes nas lojas e aceleração do e-commerce.

Reuters
Compartilhe esta publicação:
Wal-Mart disse que as vendas em lojas norte-americanas abertas há pelo menos um ano aumentaram 1,8% (Getty Images)

Wal-Mart disse que as vendas em lojas norte-americanas abertas há pelo menos um ano aumentaram 1,8% (Getty Images)

Acessibilidade


O Walmart Stores divulgou hoje (21) vendas comparáveis acima do esperado nos Estados Unidos, impulsionadas pelo maior tráfego de clientes nas lojas e aceleração da atividade online.

O Walmart disse que as vendas em lojas norte-americanas abertas há pelo menos um ano aumentaram 1,8%, excluindo as oscilações dos preços dos combustíveis, no trimestre encerrado em 31 de janeiro. Analistas, em média, esperavam um acréscimo de 1,3%, de acordo com a empresa de pesquisa Consensus Metrix.

O diretor financeiro da empresa, Brett Biggs, disse que as vendas comparáveis aumentaram em todos os formatos de lojas devido a uma melhoria contínua nas lojas, ao forte crescimento do comércio eletrônico e a uma contribuição crescente do negócio online de supermercados.

RANKING: 25 famílias mais ricas de 2016

“Já vimos nove trimestres consecutivos de crescimento do tráfego em nossas lojas”, disse Biggs em um comunicado. “Claramente, estamos ganhando força.”

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

As visitas às lojas norte-americanas subiram 1,4%, em comparação com um aumento de 0,7% no mesmo período do ano anterior.

Apesar dos preços mais baixos dos alimentos, Biggs disse que as vendas comparáveis aumentaram no negócio de supermercados da Walmart, que responde por quase 53% da receita total.

VEJA TAMBÉM: Como os bilionários ficam ricos: quais indústrias mais geram megafortunas

O lucro líquido atribuível ao Walmart caiu para US$ 3,76 bilhões no trimestre encerrado em 31 de janeiro, ante US$ 4,57 bilhões no ano anterior, refletindo o impacto de projetos imobiliários descontinuados e indenizações.

Excluindo itens, o lucro por ação ficou em US$ 1,30, ante expectativa de analistas de US$ 1,29, de acordo com estimativas da Thomson Reuters I/B/E/S.

A receita aumentou 1%, para US$ 130,9 bilhões. Excluindo oscilações cambiais, ficou em US$ 133,6 bilhões.

As vendas online aumentaram 29%, acelerando em relação ao trimestre anterior. Essa divisão adicionou 80% básicos às vendas comparáveis do quarto trimestre.

(Reportagem de Nandita Bose em Chicago)

Compartilhe esta publicação: