Facebook diz que drone com web faz pouso de sucesso

De acordo com a empresa, a segunda tentativa foi um sucesso, ao contrário da primeira, quando a aeronave não-tripulada caiu

Redação, com Reuters
Compartilhe esta publicação:
iStock
iStock

O drone vai transmitir acesso à internet para partes remotas do planeta (iStock)

Acessibilidade


O Facebook disse nesta quinta-feira (29) que completou o segundo teste de uma aeronave não-tripulada pensada para transmitir acesso à internet para partes remotas do planeta e, diferentemente da primeira tentativa, o drone não caiu.

LEIA MAIS: Malaui e Unicef testam drones em corredor humanitário na África

O Facebook planeja desenvolver uma frota de drones alimentados por energia solar que irão voar por meses ininterruptamente, se comunicando entre si por meio de lasers e estendendo a conectividade à internet ao terreno abaixo.

A companhia classificou o primeiro teste, em junho de 2016, como um sucesso após o drone voar acima do deserto do Arizona por 1 hora e 36 minutos, três vezes mais tempo que o planejado. Mais tarde, a empresa disse que o drone havia caído momentos antes de pousar e que a asa sofreu danos.

O segundo teste ocorreu em 22 de maio, disse Martin Luis Gomez, diretor de plataformas aeronáuticas do Facebook, em mensagem. A aeronave voou por 1 hora e 46 minutos antes de pousar perto de Yuma, no Arizona, com “alguns poucos danos leves e de fácil conserto”, disse ele, acrescentando que engenheiros do Facebook adicionaram spoilers às asas da aeronave.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.
Compartilhe esta publicação: