Boeing teve conversas com Embraer sobre possível aquisição

Reportagem do “Wall Street Journal” diz que retomada da negociação depende de uma posição do governo brasileiro

Redação, com Reuters
Compartilhe esta publicação:
iStock
iStock

Especulações de que as duas empresas poderiam se associar começaram a circular em outubro (iStock)

Acessibilidade


A norte-americana Boeing Co conversou com a Embraer sobre uma possível aquisição da fabricante de aeronaves brasileira, informou o “Wall Street Journal” nesta quinta-feira (21), citando pessoas familiarizadas com o assunto.

LEIA MAIS: Embraer tem lucro líquido de R$ 351 mi no 3º tri

A Boeing e a Embraer estão discutindo um acordo que envolveria um prêmio relativamente grande para a Embraer. De acordo com a reportagem do “WSJ”, as empresas estão aguardando uma posição do governo brasileiro, que tem poder de veto em relação à Embraer, para retomarem as negociações.

A Embraer não comentou o assunto.

As ações da Embraer negociadas na bolsa paulista estavam em leilão, tendo alcançado R$ 20,40 na máxima do dia, em alta de 23,7%. A bolsa de Nova York suspendeu temporariamente os negócios com os papéis da Embraer depois da divulgação da notícia. Às 15h35, os ADRs da companhia subiam 22,3%, a US$ 24,45.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Especulações de que as duas empresas poderiam se associar de alguma forma começaram a circular em outubro, depois que suas principais concorrentes – a europeia Airbus e a canadense Bombardier – fecharam uma parceria no programa de jatos CSeries.

VEJA TAMBÉM: Conheça o Lineage 1000E, maior jato privativo da Embraer

A Boeing e a Embraer já trabalham em projetos, incluindo segurança de pistas de decolagem e combustíveis alternativos para jatos. A parceria se intensificou nos últimos anos para incluir o compromisso da Boeing com vendas conjuntas e o apoio à aeronave militar KC-390 da Embraer.

Compartilhe esta publicação: