Nestlé lança seus primeiros produtos orgânicos no Brasil

Companhia planeja vender 1 milhão de caixas de farinha de aveia e farelo de aveia em 2018

Redação, com Reuters
Compartilhe esta publicação:
iStock
iStock

A Nestlé planeja vender 1 milhão de caixas de farinha de aveia e farelo de aveia orgânicos no país em 2018 (iStock)

Acessibilidade


A Nestlé vai lançar sua primeira linha de alimentos orgânicos no Brasil nas próximas semanas, afirmou uma executiva à Reuters, na medida em que o maior grupo alimentício do mundo segue na direção de capturar a crescente demanda por tais produtos.

LEIA MAIS: Nestlé vê crescimento modesto em vendas orgânicas

A diretora-executiva de laticínios e cereais da Nestlé no Brasil, Carine Mahler, disse que a companhia planeja vender 1 milhão de caixas de flocos grossos de aveia e farelo de aveia orgânicos no país em 2018.

O movimento não anunciado previamente da companhia no segmento de alimentos orgânicos do Brasil é relativamente menor em termos globais. Cada caixa de farinha de aveia e farelo de aveia tem preço sugerido de R$ 6,99, o que indica uma projeção de pouco mais de US$ 2 milhões em vendas no primeiro ano.

Mas a jogada está inclusa em um programa de crescimento de orgânicos muito mais ambicioso no Brasil e no mundo.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Carine disse que a companhia estava ativamente desenvolvendo um número de produtos orgânicos em várias “unidades distintas” no Brasil, enquanto avalia aquisições que poderiam aumentar a presença da empresa no país em um mercado de comidas orgânicas ainda tímido. “Nosso compromisso é ir mais longe”, disse Carine. “Então, como agora a Nestlé está desenvolvendo um canal para produtos orgânicos, nós temos algumas coisas para o fim do ano e outras para 2019.”

VEJA TAMBÉM: UNDER 30 de FORBES Brasil terá indicações online

Dentre as iniciativas orgânicas da Nestlé no Brasil está uma startup interna para lanches orgânicos, disse Mahler.

A Nestlé deve conseguir oferecer leite orgânico para consumidores da maior economia da América Latina no primeiro trimestre de 2019, acrescentou ela.

Globalmente, a cartada da Nestlé no Brasil se encaixa em uma maior ênfase em alimentos orgânicos e saudáveis.

No início de fevereiro, a Nestlé comprou a participação majoritária na Terrafertil, uma companhia que vende produtos naturais e orgânicos. Na segunda metade de 2017, comprou a fabricante de vitaminas canadense Atribum Innovations por US$ 2,3 bilhões e anunciou acordos pela Sweet Earth, de alimentos vegetarianos, e Blue Bottle, de café.

Carine disse que a Nestlé já tem um contrato de distribuição para a nova linha orgânica com a rede de supermercados Pão de Açúcar, do GPA.

Compartilhe esta publicação: