Vendas e lucro da Coca-Cola superam expectativas

Resultado foi ajudado pelo aumento da demanda por chás, café e água vitaminada

Redação, com Reuters
Compartilhe esta publicação:
Reprodução
Reprodução

As vendas orgânicas subiram 6%, ajudadas pela demanda por produtos como Georgia Coffee e água vitaminada Glaceau (Reprodução)

Acessibilidade


A Coca-Cola reportou hoje (16) lucro e vendas trimestrais melhores que o esperado, com a venda de mais chás, cafés e água vitaminada ajudando os resultados.

LEIA MAIS: Heineken vai encerrar parceria com engarrafadoras de Coca-Cola no Brasil

As vendas orgânicas, que excluem o impacto dos esforços contínuos da empresa de mudar franquias de suas operações de engarrafamento, subiram 6%, ajudadas pela demanda por produtos como Georgia Coffee e água vitaminada Glaceau.

A receita operacional líquida caiu para US$ 7,51 bilhões, ante US$ 9,41 bilhões um ano antes, mas superou a estimativa média de analistas, de US$ 7,36 bilhões, de acordo com a Thomson Reuters I/B/E/S.

O crescimento do volume global permaneceu inalterado, apesar do crescimento de 1% dos volumes na América do Norte.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

A Coca-Cola teve prejuízo líquido de US$ 2,75 bilhões, ou US$ 0,65 por ação, no quarto trimestre, impactada principalmente pelo custo de US$ 3,6 bilhões relacionado à nova legislação tributária nos Estados Unidos. Um ano antes, a empresa havia registrado lucro de US$ 550 milhões, ou US$ 0,13 dólar.

VEJA TAMBÉM: UNDER 30 de FORBES Brasil terá indicações online

As margens da empresa melhoraram em 3,15%, amplamente devido a desinvestimentos em negócios de engarrafamento com margens menores.

Em termos ajustados, a empresa reportou lucro por ação de US$ 0,39, superando a estimativa média de analistas, de US$ 0,38.

Compartilhe esta publicação: