Cyrela fecha 2017 com prejuízo de R$ 95 milhões

Resultado da construtora ficou negativo em R$ 95 milhões

Redação, com Reuters
Compartilhe esta publicação:
iStock
iStock

A Cyrela reduziu seu endividamento líquido a R$ 1,196 bilhão (iStock)

Acessibilidade


A Cyrela teve lucro líquido de R$ 49 milhões no quarto trimestre, superando em 58% o resultado positivo pro forma do mesmo intervalo de 2016, apoiada na geração de caixa e na redução de despesas.

LEIA MAIS: Lançamentos da Cyrela caem no 4º trimestre

No acumulado de 2017, contudo, a companhia amargou prejuízo de R$ 95 milhões, ante lucro de R$ 151 milhões em 2016, de acordo com o balanço divulgado ontem (22).

Na prévia operacional divulgada em meados de janeiro, a construtora e incorporadora anunciou que as vendas líquidas tinham subido 17,8% no ano, mas os lançamentos caíram 3,9% na mesma comparação.

No último trimestre, a receita líquida da Cyrela encolheu 7,7% na comparação anual, para R$ 809 milhões.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

As despesas comerciais caíram 18% ano a ano, e 13,4% em 2017. Já as gerais e administrativas foram reduzidas em 7,7% e 4,1%, respectivamente.

A empresa gerou R$ 245 milhões em caixa de outubro a dezembro, incluindo a entrada de R$ 65,5 milhões com a venda de ações da Tecnisa e de outras participações societárias. Em 2017, a geração de caixa atingiu R$ 712 milhões, ante consumo de R$ 115 milhões.

VEJA TAMBÉM: UNDER 30 de FORBES Brasil terá indicações online

A Cyrela reduziu seu endividamento líquido a R$ 1,196 bilhão, encerrando o ano com uma alavancagem medida pela relação dívida líquida sobre patrimônio líquido de 18,8%, ante 22,8% no terceiro trimestre.

Ainda segundo o documento, a companhia propôs a distribuição de R$ 200 milhões em dividendos extraordinários, uma decisão que ainda será submetida à assembleia geral ordinária. .

A ação da empresa fechou na quinta-feira com alta de 0,93% na bolsa paulista, a R$ 15,14.

Compartilhe esta publicação: