Cade autoriza acordo da Cosan por carteira digital

Empresa vai vender 25% Cosan da start-up Payly para uruguaia Manzat

Redação, com Reuters
Compartilhe esta publicação:
Reuters
Reuters

E-wallet será lançada em parceria com empresa do Uruguai

Acessibilidade


O Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica) deu aval para a associação da Cosan com uma empresa uruguaia com vistas ao lançamento de uma carteira digital (e-wallet). A carteira será lançada com um aplicativo de celular sob a marca Payly.

LEIA MAIS: Cosan tem lucro de R$ 686 mi com maiores vendas de combustíveis

A superintendência-geral do conselho recomendou a aprovação sem restrições da operação de venda, pela Cosan, de 25% da Payly, uma empresa ainda em fase de testes, espécie de start-up, para a Manzat, uma holding não operacional do Uruguai detida pelo grupo Buizau, que atua nos setores de tecnologia, hotelaria, gestão empresarial e imobiliário.

“Para a Cosan, a operação representa uma boa oportunidade de negócio, pois lhe permitirá ofertar soluções de pagamento diferenciadas e mais modernas a seus clientes e parceiros de negócio”, disse o Cade no despacho publicado hoje (27), citando as requerentes.

A carteira digital usa o mesmo conceito de uma carteira tradicional, já que guarda cartões de débito, crédito e dinheiro em espécie, porém de forma totalmente digital.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

 

Compartilhe esta publicação: