CVC anuncia aquisição de empresas na Argentina

Empresa terá aproximadamente US$ 500 milhões em reservas anuais confirmadas após os acordos.

Redação, com Reuters
Compartilhe esta publicação:
iStock
iStock

Acordos colocam em prática a estratégia de expansão internacional da CVC

Acessibilidade


A CVC Brasil Operadora e Agência de Viagens anunciou hoje (5) acordos para aquisição do controle acionário de três empresas do setor de turismo na Argentina, por um valor total de cerca de US$ 20 milhões, em linha com a sua estratégia de expansão internacional.

LEIA MAIS: CVC compra Esferatur por R$ 245,1 mi

A CVC fechou acordo para aquisição de 60,06% da Servicios de Viajes Y Turismo Biblos e da Avantrip.com, ambas do grupo Biblos Américas, ou Bibam, por meio de sua controlada argentina CVC Turismo S.A.U., pelo valor de US$ 5,375 milhões.

Adicionalmente, a CVC assinou um memorando de entendimentos em caráter vinculante para a aquisição de participação acionária de 60% na Ola Transatlántica Turismo, por US$ 14,040 milhões. Com sede em Rosário, a Ola tem reservas anuais confirmadas em 2017 de US$ 285 milhões.

O grupo Bibam, um dos maiores em comércio eletrônico em volume de transações na Argentina, oferece produtos e serviços de viagem, além de programa de benefícios e fidelidade. Também atua como agência de viagens focadas no mercado de luxo, corporativo e eventos, com reservas anuais confirmadas de aproximadamente US$ 200 milhões em 2017.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

A CVC disse que terá juntamente com a Ola Transalántica Turismo e a Biblos/Avantrip aproximadamente US$ 500 milhões em reservas anuais confirmadas, estando entre os três maiores grupos de viagens do mercado argentino.

“A administração da companhia considera uma boa oportunidade de crescimento e geração de valor alinhada com a estratégia de expansão regional, a despeito da volatilidade recente da economia argentina, fato que foi contemplado nos termos das duas transações”, disse a CVC, acrescentando que o fluxo de turismo entre Brasil e Argentina “por si só representa uma grande oportunidade de sinergia”.

Compartilhe esta publicação: