Volvo Cars desiste, por enquanto, de IPO

Segundo a montadora, momento, marcado por tensões comerciais, é ruim.

Redação, com Reuters
Compartilhe esta publicação:
iStock
iStock

Alguns observadores duvidaram do valor de mercado de US$ 30 bilhões

Acessibilidade


A Volvo Cars e a sua dona chinesa Geely adiaram os planos de listar as ações da montadora sueca na bolsa, culpando as tensões comerciais e a queda dos papéis de empresas do setor.

LEIA MAIS: Volvo vai transferir produção de utilitário esportivo

Mas enquanto os planos da Volvo para listagem em Estocolmo são adiados ​indefinidamente, a britânica Aston Martin prometeu levar adiante sua própria oferta inicial de ações (IPO, na sigla em inglês).

“Chegamos à conclusão de que o momento não o é ideal para um IPO agora”, disse hoje (10) o presidente-executivo da Volvo, Hakan Samuelsson, à Reuters, confirmando uma decisão divulgada pela primeira vez pelo “Financial Times”.

A Volvo e sua controladora chinesa chegaram à conclusão que um IPO avaliaria a montadora entre US$ 16 bilhões e US$ 30 bilhões, segundo fontes. A companhia disse que a listagem pode ainda ser possível no futuro.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Mas Samuelsson alertou que as perspectivas de IPO diminuíram com o ciclo de negócios, em meio a um amplo declínio nas ações automotivas, que levou à queda do índice Stoxx 600 Autos & Partes de 15% até agora este ano.

Mesmo antes da recente venda, alguns observadores duvidaram do valor de mercado de US$ 30 bilhões.

Compartilhe esta publicação: