Wells Fargo estima queda de US$ 3 bi em despesas

Meta, que vale para até 2020, exclui custos de remediação e de multas.

Redação, com Reuters
Compartilhe esta publicação:
iStock
iStock

A perspectiva exclui custos de remediação e de multas associados aos problemas regulatórios e legais generalizados no banco

Acessibilidade


O vice-presidente financeiro do Wells Fargo, John Shrewsberry, afirmou hoje (14) que o banco espera reduzir as despesas totais em cerca de US$ 3 bilhões até 2020.

LEIA MAIS: Lucro trimestral do Wells Fargo fica abaixo do esperado

Ao falar em uma conferência do setor, o executivo disse que o banco está no caminho para atingir sua meta de US$ 53,5 bilhões a US$ 54,5 bilhões até o final de 2018. Ele vê as despesas na faixa entre US$ 50 bilhões e US$ 51 bilhões em 2020.

A perspectiva exclui custos de remediação e de multas associados aos problemas regulatórios e legais generalizados no banco. Para o trimestre atual, a empresa espera aproximadamente US$ 200 milhões em custos de esforços contínuos para pagar os clientes que foram cobrados em excesso por vários serviços.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.
Compartilhe esta publicação: