JBS faz recall de 2,9 mil toneladas de carne nos EUA

Retirada dos produtos ocorreu devido ao risco de contaminação por salmonela.

Redação, com Reuters
Compartilhe esta publicação:
iStock
iStock

A JBS Tolleson estava voluntariamente recolhendo carne bovina moída e outros produtos crus

Acessibilidade


A JBS disse ontem (4) que está recolhendo 6,5 milhões de libras (pouco mais de 2,9 mil toneladas) de carne moída em sua unidade no Arizona, Estados Unidos, devido à potencial presença de salmonela na carne.

LEIA MAIS: JBS adere a programa de renegociação de dívidas

As ações da empresa caíram cerca de 5% com notícias de que investigadores norte-americanos identificaram pelo menos 57 pessoas em 16 Estados que adoeceram devido ao consumo de produtos de carne moída da JBS contaminados, segundo o departamento de Agricultura dos EUA (Usda).

Como resultado, a JBS Tolleson, parte da JBS USA, braço norte-americano da maior empresa de processamento de carne do mundo, estava voluntariamente recolhendo carne bovina moída e outros produtos crus que haviam sido enviados à lojas em todo o país, disse o Usda.

Salmonela pode causar febre, diarreia e dor abdominal, e pode ser fatal para crianças pequenas, idosos e pessoas com sistema imunológico comprometido.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Existem centenas de produtos de carne bovina que fazem parte do recall, incluindo produtos vendidos sob a marca Walmart. Os produtos recolhidos foram embalados entre 26 de julho a 7 de setembro de 2018.

VEJA TAMBÉM: JBS antecipa pagamento de R$ 2 bi para bancos

“Estamos trabalhando em estreita parceria com o Usda para garantir que todos os produtos potencialmente impactados sejam removidos de lojas e residências”, disse a JBS em comunicado.

Compartilhe esta publicação: