BC autoriza Mercado Livre a ser instituição de pagamento

Empresa de comércio eletrônico poderá oferecer contas para pessoas físicas.

Redação, com Reuters
Compartilhe esta publicação:
Getty Images
Getty Images

Com a licença, o Mercado Livre pretende oferecer a clientes no Brasil uma gama de serviços financeiros

Acessibilidade


A empresa de comércio eletrônico Mercado Livre recebeu hoje (1) uma licença do Banco Central para atuar como instituição de pagamentos, disse à Reuters o vice-presidente de operações da empresa, Stelleo Tolda.

LEIA MAIS: Mercado Livre fecha parceria com varejistas

Atualmente, a companhia já opera uma série de serviços financeiros, incluindo pagamentos, por meio de sua divisão Mercado Pago, em parceria com instituições financeiras autorizadas a operar pelo BC. “Agora, poderemos fazer isso de forma direta”, disse Tolda.

Com a licença, o Mercado Livre pretende oferecer a clientes no Brasil uma gama de serviços financeiros como já acontece na Argentina, incluindo contas para pessoas físicas, que são remuneradas como se fossem um investimento, além de empréstimos.

A conta permite também serviços como pagamento de boletos, carregar bilhetes de vale-transporte, créditos para celulares pré-pagos e envio de recursos para terceiros.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Compartilhe esta publicação: