CCR faz acordo em suposto processo de caixa 2

Empresa concorda em pagar R$ 81,5 mi; R$ 64,53 mi irão para o estado de SP.

Redação, com Reuters
Compartilhe esta publicação:
Getty Images
Getty Images

A CCR pagará R$ 81,5 milhões para encerrar processo de corrupção

Acessibilidade


A CCR informou hoje (29) que assinará acordo com o Ministério Público do Estado de São Paulo em que pagará R$ 81,5 milhões para encerrar processo civil envolvendo a companhia e algumas de suas controladas por suposto caixa 2.

LEIA MAIS: CCR vence leilão pela Rodovia de Integração do Sul

O acordo, um “Termo de Autocomposição”, será posteriormente encaminhado para homologação judicial. A empresa não deu mais detalhes da negociação, que envolve denúncias divulgadas no começo deste ano sobre suposto pagamento de comissão a ex-diretor da Dersa, empresa estadual de rodovias.

De acordo com a empresa, do total, R$ 64,53 milhões serão pagos ao Estado de São Paulo e R$ 17 milhões, a título de doação, para a Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo. Os montantes serão pagos em duas parcelas, a primeira no valor de R$ 49,265 milhões em 1º de março de 2019 e o saldo remanescente em 1º de março de 2020.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.
Compartilhe esta publicação: