Mercado Pago vai rentabilizar contas de pagamentos

Rentabilidade estimada para o saldo em conta é de cerca de 5,2% ao ano

Redação, com Reuters
Compartilhe esta publicação:
Reuters
Reuters

O Mercado Pago é o braço financeiro do grupo de comércio eletrônico Mercado Livre

Acessibilidade


O Mercado Pago, braço financeiro do grupo de comércio eletrônico Mercado Livre, anunciou hoje (5) que vai remunerar o saldo das contas de pagamentos de seus usuários, em mais uma ofensiva das plataformas digitais de serviços financeiros para competir com os bancos estabelecidos no Brasil.

LEIA MAIS: BC autoriza Mercado Livre a ser instituição de pagamento

Com base na rentabilidade oferecida pelos títulos públicos, nos quais os recursos são aplicados, a rentabilidade estimada para o saldo em conta é de cerca de 5,2% ao ano.

Segundo o diretor do Mercado Pago no Brasil, Tulio Oliveira, o objetivo da iniciativa é incentivar os clientes do grupo a manter seus recursos na conta inicialmente usada como canal para pagamentos de compras no Mercado Livre ou de contas, como as de serviços públicos.

“É uma motivação para que os nossos clientes fiquem mais conosco”, disse Oliveira à Reuters.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Após ter obtido licença do Banco Central para operar como instituição de pagamentos, em novembro, o Mercado Pago já tem mais de 2,5 milhões de contas com saldo em conta. Destes, mais de um milhão usam serviços de carteira digital para fazer pagamentos e transferências.

No final do ano passado, outra fintech, o Nubank, havia lançado também uma conta de pagamentos com rentabilidade atrelada a títulos públicos.

Compartilhe esta publicação: