Cade aprova venda da Abril para grupo de Fabio Carvalho

Transação foi fechada por valor simbólico no fim de 2018

Redação, com Reuters
Compartilhe esta publicação:
Getty Images
Getty Images

O acordo para a venda da Editora Abril ocorreu em dezembro passado

Acessibilidade


O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) aprovou sem restrições a venda do grupo Abril para a empresa de investimentos do empresário Fabio Carvalho, que controla a rede de varejo fluminense Casa e Vídeo.

LEIA MAIS: Grupo Abril pede recuperação judicial

O acordo para a venda de um dos maiores grupos editoriais do Brasil para o empresário especializado em reestruturação de empresas ocorreu em dezembro passado.

A transação, fechada por valor simbólico, prevê que Carvalho assuma a dívida de R$ 1,6 bilhão e controle 100% da empresa criada em 1950 pela família Civita.

A venda do grupo envolve uma série de empresas, incluindo Abril Mídia, Distribuição Nacional de Publicações (Dinap), Total Express, e Casa Cor.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Segundo o Cade, uma posição “extremamente conservadora” poderia figurar uma potencial integração vertical entre a Total Express e a rede Casa e Vídeo. Mas, na avaliação do órgão de defesa da concorrência, o mercado de serviços de logística e distribuição de encomendas e o setor de comércio eletrônico são altamente pulverizados e as participações das empresas nestes setores são inferiores a 20%.

“A presente operação não tem o condão de causar prejuízos à concorrência nos mercados de atuação das partes no Brasil”, afirmou o Cade em parecer sobre a transação.

Compartilhe esta publicação: