Governo não quer interromper negociação Embraer/Boeing

Termos de acordo estão sendo estudados, afirmou general Augusto Heleno

Redação, com Reuters
Compartilhe esta publicação:
Getty Images
Getty Images

Segundo Heleno, o governo quer um acordo que seja “o melhor possível para o país”.

Acessibilidade


O ministro-chefe do Gabinete de Segurança Institucional, general da reserva Augusto Heleno, afirmou hoje (7) que o governo do presidente Jair Bolsonaro não está pensando em interromper a negociação do acordo de aliança da Embraer com a Boeing.

LEIA MAIS: Ações da Embraer caem com ‘receio’ de Bolsonaro

Porém, ele afirmou que o governo está “estudando” os termos do acordo acertado no final do ano passado entre as empresas. Segundo Heleno, o governo quer um acordo que seja “o melhor possível para o país”.

“Não, não está se pensando em interromper essa negociação não”, disse Heleno, em entrevista coletiva no Palácio do Planalto após a solenidade de posse de novos presidentes do Banco do Brasil, Caixa e BNDES.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Compartilhe esta publicação: