Nokia vê dificuldade em crescimento de 2019

Expectativa é apoiada na lentidão de lançamentos de redes 5G

Redação, com Reuters
Compartilhe esta publicação:
Getty Images
Getty Images

A Nokia espera que as redes 5G alimentem os resultados nos próximos dois anos

Acessibilidade


A Nokia afirmou hoje (31) que seus negócios com redes de telefonia sem fio 5G devem enfrentar dificuldades no início de 2019 antes de um segundo semestre melhor, o que fazia as ações da companhia recuarem.

LEIA MAIS: Nokia fecha acordo de US$ 2,3 bilhões na China

O cenário minimizou o impacto da divulgação pela empresa de um resultado de quarto trimestre melhor que o esperado pelo mercado.

“Esperamos que 2019 tenha um início mais lento na primeira metade que será seguida por um segundo semestre mais robusto”, disse o presidente-executivo, Rajeev Suri.

A companhia finlandesa afirmou que espera que as redes 5G alimentem os resultados nos próximos dois anos. “Houve um pouco mais de incerteza sobre o cenário que eu estava esperando, mas o quadro geral ainda é o mesmo. O mercado está se recuperando bem com a tecnologia 5G e eles estão rumando para o cumprimento das metas de 2020”, afirmou Mikael Rautanen, analista da Inderes.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

A indústria de equipamentos para telefonia móvel tem enfrentado demanda fraca desde o auge das vendas da tecnologia 4G, em meados da década, mas um novo ciclo de atualizações parece estar chegando conforme a demanda por redes 5G aumenta.

Na semana passada, a Ericsson divulgou resultado acima do esperado, citando cortes de custos e demanda de operadoras dos Estados Unidos por equipamentos 5G.

VEJA TAMBÉM: Nokia obtém empréstimo de € 500 milhões

A Nokia tem entre seus principais rivais a chinesa Huawei e a sueca Ericsson. Alguns analistas acreditam que a empresa pode ser beneficiada pelas dificuldades enfrentadas pela Huawei depois que o governo dos EUA afirmou que os equipamentos da chinesa podem ser usados por Pequim para espionagem.

Suri não comentou especificamente sobre os desdobramentos em torno da Huawei, afirmando apenas que a Nokia está monitorando a situação.

A companhia finlandesa teve no quarto trimestre lucro operacional 12% maior, a € 1,12 bilhão, acima do esperado por analistas. A companhia previu para 2019 lucro por ação entre € 0,25 e € 0,29, acima de projeção de analistas.

Executivos da companhia afirmaram que mais de 70 testes de redes 5G estão sendo realizados e que os negócios estão fortes nos EUA, o maior mercado da Nokia.

Compartilhe esta publicação: