O que Jeff e MacKenzie Bezos precisam para evitar um divórcio conturbado

Getty Images
Quando um divórcio envolve altas cifras, a complexidade é alta

Até agora, Jeff e MacKenzie Bezos parecem estar seguindo os passos certos em um processo de divórcio: anunciaram a decisão conjuntamente, mencionando uma nova vida depois de mais de duas décadas compartilhadas como pais, parceiros e indivíduos.

LEIA MAIS: Investidores questionam futuro da Amazon após divórcio de Bezos

Embora possa parecer uma visão feliz, certamente haverá obstáculos que essa dupla de bilionários precisará enfrentar. A forma como vão superar esses entraves determinará se eles alcançarão a linha de chegada bem e se conseguirão minimizar o impacto sobre os acionistas da empresa.

Quando um divórcio envolve altas cifras, a complexidade é alta. Veja, na galeria de fotos abaixo, 5 passos cruciais que podem ajudar casais em divórcios com grandes patrimônios a gerenciar as dificuldades:

  • 1. Defina as prioridades

    Apesar de ter que equilibrar questões de uma companhia bem-sucedida, muito dinheiro, imóveis, boatos sobre um possível divórcio de outro casal conhecido, iniciativas filantrópicas e quatro adolescentes, os Bezos deixaram claro por meio da imprensa que estão focados em conduzir uma separação e um futuro amigáveis. Uma jogada inteligente que trará muitos benefícios pessoais e profissionais.

    Primeiro, identifique quais são seus objetivos mais importantes. Ninguém consegue tudo o que quer em uma separação. A maioria dos indivíduos divorciados diria que só queria, de fato, algumas coisas. Por mais difícil que tenha sido conduzir carreiras com altas demandas e uma família antes, o divórcio aumentará isso exponencialmente.

    Foque intensamente na reestruturação saudável de sua família, enquanto mantém um excelente desempenho no trabalho. Esta é uma estratégia vencedora para ambos os cônjuges. Seja pró-ativo, certifique-se de controlar a mensagem e o anúncio apropriados de sua nova direção nos fóruns adequados. Limite o impacto do divórcio no trabalho ao evitar questões legais ou conversas informais no escritório.

    Tente manter as coisas dentro da normalidade na sua vida social e no seu envolvimento com a comunidade. Se você e seu ex-cônjuge puderem evitar conversas negativas sobre a separação e em relação um ao outro, as pessoas que estão à sua volta farão o mesmo. Se participar da escola, do trabalho e das funções sociais sem conflitos, você e seus filhos permanecerão nas listas de convidados preferidos. Imagine a vida que você quer, seja diligente em sua execução para alcançá-la e flexível à medida que a vida evolui.

  • 2. Forme um time

    Independentemente do seu perfil profissional e patrimônio líquido, você estará tomando algumas das decisões financeiras mais difíceis e importantes da sua vida durante um período emocionalmente caótico. Você precisa de uma equipe de profissionais para ajudá-lo a equilibrar os aspectos legais, fiscais e financeiros com a dinâmica emocional e familiar. Contrate um advogado especializado em direito da família com experiência em casos de elevado patrimônio líquido e na divisão de interesses comerciais, imóveis, ações, seguros, fundos de caridade ou quaisquer outros investimentos complexos que você possua. Seu advogado irá ajudá-lo a decidir qual processo você usará para se divorciar. Cada um deles tem seus benefícios e desvantagens, e selecionar o certo para os interesses exclusivos de sua família pode resultar em uma enorme economia de tempo, dinheiro, conflito e danos colaterais envolvidos – além da privacidade.

    Você vai precisar de especialistas para guiá-lo pelos aspectos financeiros, fiscais e emocionais do divórcio. Provavelmente, precisará de um planejador patrimonial, um expert em avaliação de negócios, um terapeuta (inclusive infantil, caso tenha crianças) e um contador. É fundamental que você se torne o CEO desse processo – tendo a visão, contratando a equipe mais adequada, criando a estratégia e deixando que eles façam o trabalho.

  • 3. O divórcio faz parte dos negócios

    Quando você se casou, provavelmente estava focado em seus sentimentos, na formação de uma família e na celebração, mas você também “assinou” um contrato obrigatório naquele dia. Agora, você e sua esposa estão entrando com uma ação judicial para rescindir esse contrato. É importante reconhecer as emoções, mas não tomar decisões baseadas nelas. Muitos casais de alta renda realizam acordos pré-nupciais ou pós-nupciais, mas são frequentemente desafiados durante o divórcio, já que eles não capazes de garantir um rompimento tranquilo. O fato de a Amazon ter sido fundada após o casamento faz com que a propriedade conjugal da empresa esteja, provavelmente, sujeita a divisão.

    Embora muitos CEOs tentem conservar a maioria de suas ações para manter o controle acionário de suas empresas e optem por transferir outros bens para o cônjuge, isso pode não ser uma alternativa para Jeff Bezos por causa do valor da Amazon.

  • 4. Saiba quando é hora de resolver

    As leis de divórcio variam dependendo do país e, às vezes, são interpretadas de maneira diferente pelos juízes. Esteja ciente da lei e saiba o que um tribunal pode decidir. Em seguida, concentre-se na criação de negociações do acordo, de modo a conseguir suas principais prioridades. Focar em chegar a um acordo com o qual ambos possam conviver é importante, pois reduzirá significativamente a chance de você voltar ao tribunal para questões pós-divórcio e ajudará a manter a sua privacidade. Entender o que é necessário para seu cônjuge auxiliará você e seu advogado nas negociações. Tenha uma faixa de liquidação sólida e realista em mente. Com o tempo, cada um de vocês provavelmente terá um limite com o qual poderá conviver. Se os seu se sobrepuser – mesmo que seja uma ligeira sobreposição – é mais provável que seja a hora de resolver. Esteja ciente de que mais de 95% dos divórcios se estabelecem fora dos tribunais porque os julgamentos são públicos, muito caros e as decisões dos juízes são extremamente imprevisíveis.

  • 5. O caminho mais longo é a melhor alternativa

    Embora as complexidades financeiras do divórcio do atual homem mais rico do mundo da próxima mulher mais rica sejam atraentes, atravessar esse processo com quatro adolescentes será doloroso. É um desafio para casais recém-casados ​​de alta renda criarem filhos financeiramente inteligentes com boa auto-estima. As dificuldades de duas famílias tornam isso significativamente mais difícil, mesmo nos divórcios mais amigáveis.

    Há poucas coisas que alguém pode controlar durante o divórcio, mas entre elas estão as suas ações e atitudes. Lembre-se de que os seus documentos de parentesco e de acordo de casamento são tão bons quanto legalmente executáveis. Você deve ter certeza de que entende completamente o que está aceitando, e que a sua decisão é prática de implementar. Em algum momento, as decisões finais terão de ser acordadas e a forma como você se comportará durante esse tempo influenciará se está se preparando para um final bem-sucedido.

    O mundo inteiro pode não estar assistindo ao seu divórcio como está assistindo ao dos Bezos, mas sempre tem alguém de olho. Seu objetivo final é ser capaz de executar o seu divórcio e seguir em frente para criar o próximo capítulo de sua vida.

1. Defina as prioridades

Apesar de ter que equilibrar questões de uma companhia bem-sucedida, muito dinheiro, imóveis, boatos sobre um possível divórcio de outro casal conhecido, iniciativas filantrópicas e quatro adolescentes, os Bezos deixaram claro por meio da imprensa que estão focados em conduzir uma separação e um futuro amigáveis. Uma jogada inteligente que trará muitos benefícios pessoais e profissionais.

Primeiro, identifique quais são seus objetivos mais importantes. Ninguém consegue tudo o que quer em uma separação. A maioria dos indivíduos divorciados diria que só queria, de fato, algumas coisas. Por mais difícil que tenha sido conduzir carreiras com altas demandas e uma família antes, o divórcio aumentará isso exponencialmente.

Foque intensamente na reestruturação saudável de sua família, enquanto mantém um excelente desempenho no trabalho. Esta é uma estratégia vencedora para ambos os cônjuges. Seja pró-ativo, certifique-se de controlar a mensagem e o anúncio apropriados de sua nova direção nos fóruns adequados. Limite o impacto do divórcio no trabalho ao evitar questões legais ou conversas informais no escritório.

Tente manter as coisas dentro da normalidade na sua vida social e no seu envolvimento com a comunidade. Se você e seu ex-cônjuge puderem evitar conversas negativas sobre a separação e em relação um ao outro, as pessoas que estão à sua volta farão o mesmo. Se participar da escola, do trabalho e das funções sociais sem conflitos, você e seus filhos permanecerão nas listas de convidados preferidos. Imagine a vida que você quer, seja diligente em sua execução para alcançá-la e flexível à medida que a vida evolui.

 

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).