O segredo bilionário para o sucesso

Elon Musk teve Mary Beth Brown. George Clooney tem Angel McConnell. Bruce Wayne tem Alfred Pennyworth. Atrás de cada pessoa bem-sucedida existe um assistente de sucesso, por mais que a fama não lhe seja atribuída.

LEIA TAMBÉM: 7 hábitos dos jovens abaixo de 30 anos para o sucesso

Um dos melhores exemplos de uma parceria de êxito é entre Penni Pike e Richard Branson. Penni foi sua assistente pessoal e executiva por 31 anos, depois que o carismático magnata inglês a tirou da área financeira da Virgin, em 1975.

Certo dia, Branson apareceu em sua mesa para perguntar se ela aceitaria o trabalho. “Quase caí da cadeira”, diz. “Eu estava tão entediada na área finanças… Para ser sincera, eu estava odiando.”

Como “guardiã” de Branson, Penni um dia recebeu o telefonema do advogado Randolph Fields sobre começar uma companhia aérea por £ 1. De cara, ela soube que o bilionário provavelmente gostaria de embarcar nessa aventura. Ela foi a responsável pela ligação entre Fields e seu chefe e a dupla lançou, posteriormente, a Virgin Atlantic Airways.

Penni acredita que o sucesso de Branson é, em grande parte, devido à sua capacidade de execução, colocando fé em pessoas talentosas. “Richard confia muito nas pessoas”, conta. “Desde o primeiro dia, ele nunca demonstrou qualquer dúvida sobre se eu seria ou não capaz de cumprir o meu papel. Nós nunca havíamos trabalhado juntos antes, e eu não tive nenhum treinamento oficial – ele simplesmente escolheu confiar em mim.”

Isso ajudou no desenvolvimento da carreira da assistente. Ela aprendeu rapidamente que, para fazer as coisas funcionarem, ela também tinha que confiar nos outros. “Teve um ano em que Richard e sua família passariam o Natal em Cuba, em um barco, e ele me perguntou se eu poderia comprar uma árvore de Natal já decorada para colocar a bordo. Fiz alguns telefonemas, encomendei a árvore e procurei alguém no país pudesse recebê-la e levá-la até o barco. Coloquei a tarefa nas mãos de um homem e, na véspera do Natal, a árvore estava no barco, totalmente decorada, assim como o esperado”, relembra.

SAIBA MAIS: 3 dicas para manter o foco como empreendedor

É interessante notar o sucesso de Penni e Branson em seus respectivos papéis como assistente e CEO, respectivamente. “Trabalhar para Richard nunca pareceu trabalho. Conforme ele cresce, eu cresço também, e fico feliz por isso”, disse ela. “Eu duvidava de mim mesma com bastante frequência, mas Richard tem a incrível capacidade de ser positivo em relação a alcançar as coisas. Ele costuma dizer sempre que eu vou conseguir. De qualquer forma, eu sempre fiz a minha parte, e ele também.”

Penni conta que ele ensinou a ela o mantra sob o qual ele mesmo vive: “Tudo é provável, tudo é possível”. “É por isso que levar turistas ao espaço sempre será mais do que apenas uma ideia”, diz ela.

Muitas pessoas olham para aqueles que “subiram na vida” e pensam que os executivos têm assistentes porque são bem-sucedidos, mas a verdade é que quase todos os empreendedores de alto perfil investem em pessoas para ajudá-los desde o início de suas carreiras.

Muitos pequenos empresários acreditam que é mais rápido fazer as coisas sozinhos. Esses são os que acabam perseguindo clientes inadimplentes em vez de irem para casa contar uma história para seus filhos ou ligar para seus pais.

Há empreendedores que acham que com um assistente terão que fazer o mesmo trabalho duas vezes, devido a um padrão inaceitável de serviço. Os que pensam dessa forma são os que trabalham sete dias por semana, e nunca tiram férias.

Veja, na galeria abaixo, 3 coisas que os melhores empreendedores do mundo fazem:

  • Tenha uma fé cega

    Ao menos que alguém tenha lhe dado boas razões para o contrário, confie nas pessoas. Mas é crucial estabelecer uma parceria forte e positiva com sua assistente e com sua equipe. Pessoas que delegam criam confiança. E isso tem um efeito profundo sobre quem recebe as tarefas, uma vez que se sente responsável por concluí-las de maneira bem feita e no prazo.

  • Delegue em grande quantidade

    Pessoas inexperientes no ato de delegar geralmente esperam delegar uma tarefa de uma hora para ganhar uma hora de seu tempo. Mas não é assim que funciona. As pessoas bem-sucedidas em repassar tarefas sabem que só conseguirão economizar tempo se as instruções forem passadas corretamente e se oferecerem ajuda e assistência. Perder um pouco de tempo da primeira vez vai economizar muito tempo quando o trabalho ganhar escala.

  • Siga investindo

    Executivos que delegam de maneira eficiente sabem que, mesmo quando fazem isso, continuam sendo responsáveis pelas tarefas. Isso significa estar à disposição para responder a perguntas e talvez até contribuir para sua conclusão e execução. Isso aumenta a qualidade do trabalho e gera economia de tempo.

Tenha uma fé cega

Ao menos que alguém tenha lhe dado boas razões para o contrário, confie nas pessoas. Mas é crucial estabelecer uma parceria forte e positiva com sua assistente e com sua equipe. Pessoas que delegam criam confiança. E isso tem um efeito profundo sobre quem recebe as tarefas, uma vez que se sente responsável por concluí-las de maneira bem feita e no prazo.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).