Zuckerberg quer unir WhatsApp, Insta e Face Messenger

Phil Noble/Reuters

Os 3 serviços de mensagem, no entanto, seguirão como apps independentes

O presidente do Facebook, Mark Zuckerberg, planeja unificar a infraestrutura de mensagens dos serviços WhatsApp, Instagram e Facebook Messenger e incorporar criptografia de ponta a ponta em todos os aplicativos, de acordo com o jornal “New York Times” hoje (25). Os três serviços de mensagem, no entanto, continuarão como aplicativos independentes, disse o jornal, citando quatro pessoas envolvidas no projeto.

LEIA MAIS: 7 dicas de Mark Zuckerberg para ganhar US$ 1 bilhão antes dos 30

A empresa ainda está nos estágios iniciais do trabalho e planeja concluí-lo até o final deste ano ou no início de 2020, segundo a reportagem. O Facebook não respondeu de imediato a um pedido de comentário.

Após as mudanças, um usuário do Facebook, por exemplo, poderá enviar uma mensagem criptografada para alguém que tenha apenas uma conta no WhatsApp, de acordo com o jornal. A criptografia de ponta a ponta protege as mensagens de serem visualizadas por qualquer pessoa que não sejam os participantes da conversa.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).