Vale antecipa suspensão em complexo de Vargem Grande

Imagem de Brumadinho (MG). Suspensão representa cerca de 13 milhões de toneladas de ferro por ano.

Redação, com Reuters
Compartilhe esta publicação:
Reuters
Reuters

Imagem de Brumadinho (MG). Suspensão representa cerca de 13 milhões de toneladas de ferro por ano

Acessibilidade


A Vale decidiu antecipar a suspensão temporária da produção das plantas de concentração do Complexo de Vargem Grande, prevendo impacto de 13 milhões de toneladas de minério de ferro, segundo fato relevante. A suspensão no Complexo Vargem Grande “visa acelerar ainda mais o processo de descomissionamento” de barragens a montante, conforme plano divulgado ao final de janeiro, após o rompimento da barragem de Brumadinho (MG).

LEIA MAIS: Acionistas pedirão destituição de diretoria da Vale

A Vale ressaltou que já havia decidido em 2016, logo após o rompimento da barragem da Samarco, descomissionar todas as suas 19 barragens a montante existentes à época. Ao longo dos últimos anos, todas elas se tornaram inativas e mantiveram seus laudos de estabilidade emitidos por empresas especializadas e independentes, reiterou a empresa.

Desde 2016, após as devidas autorizações junto aos órgãos competentes, nove das barragens a montante foram totalmente desmontadas, faltando ainda dez, das quais a estrutura de Vargem Grande é uma delas.

A suspensão de Vargem Grande representa em torno de 13 milhões de toneladas de minério de ferro por ano processado a úmido da estimativa total de 40 milhões por ano anunciada no processo de descomissionamento de todas as barragens, “impacto este que será parcialmente compensado pelo aumento de produção em outros sistemas da companhia”.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Compartilhe esta publicação: