BC prevê início do open banking no Brasil em 2020

Sistema dará aos clientes poder sobre acesso aos seus dados e transações

Redação, com Reuters
Compartilhe esta publicação:
Getty
Getty

Sistema dará aos clientes poder sobre acesso aos seus dados e transações

Acessibilidade


O Banco Central anunciou hoje (24) que deu partida no processo de implementação no país do chamado open banking, sistema que dá aos clientes de instituições financeiras o poder sobre acesso aos seus dados cadastrais e de transações, como meio de terem serviços mais baratos e melhores.

LEIA MAIS: BC aprova R$ 8 bi de aumento de capital do Bradesco

“A iniciativa tem como objetivo aumentar a eficiência no mercado de crédito e de pagamentos no Brasil, mediante a promoção de um ambiente de negócio mais inclusivo e competitivo, preservando a segurança do sistema financeiro e a proteção dos consumidores”, afirmou o BC em comunicado.

O sistema, que já existe em partes da Europa, no Brasil deve abranger bancos e instituições de pagamento entre outros, contemplando produtos e serviços financeiros, dados cadastrais e transacionais dos clientes, além de serviços de pagamento. O compartilhamento de dados depende de aval prévio do cliente.

O BC afirmou que deve publicar atos normativos para o tema no segundo semestre deste ano, tratando de temas como abrangência, responsabilidades e requisitos mínimos para operação do modelo, além do cronograma de implementação.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Parte do funcionamento do sistema, porém, ficará por conta da autorregulação, a cargo dos próprios participantes do mercado, principalmente no que envolve padronização tecnológica e operacional.

“A expectativa é de que o modelo de open banking (…) seja implementado a partir do segundo semestre de 2020”, afirmou o BC no comunicado.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube

Compartilhe esta publicação: