Conselho da CPFL aprova oferta pública primária

iStock
iStock

Oferta envolverá 116,8 milhões de ações ordinárias, incluindo as ADRs

A elétrica CPFL Energia, controlada pelo grupo chinês State Grid, teve aprovada por seu conselho de administração a realização de uma oferta pública primária de ações, incluindo no exterior, por meio das chamadas ADRs (American Depositary Receipt). Em fato relevante hoje (30), a companhia disse que a oferta envolverá inicialmente 116,8 milhões de ações ordinárias, incluindo as ADRs, com esforços restritos de colocação.

LEIA MAIS: Leilão da CPFL Renováveis movimenta R$ 4,1 bi

A operação terá coordenação do banco Itaú BBA como líder, além de Santander Brasil, Bradesco BBI, BTG Pactual e Morgan Stanley.

O preço por ação no âmbito da oferta será fixado após a conclusão do procedimento de coleta de intenções de investimento junto a investidores institucionais, conhecido como “bookbuilding”, acrescentou a CPFL.

Siga a FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).