Os melhores países do mundo para criar um negócio

Pesquisa analisa vários critérios para a classificação dos países, entre eles a taxa de sobrevivência das novas empresas

 

  • Estados Unidos é o melhor país para os empreendedores;
  • Reino Unido ocupa apenas a 13a colocação no ranking;
  • Bélgica, Irlanda, Canadá e França completam o Top 5.

O que daria aos empresários britânicos maior chance de sucesso ao lançar um negócio? De acordo com uma nova pesquisa, a mudança para um outro país pode ser considerada uma opção, já que o Reino Unido ocupa apenas a 13a posição entre as melhores regiões da América do Norte e da Europa para se estabelecer um negócio pela primeira vez.

VEJA MAIS: Novos negócios têm forte alta em fevereiro

O levantamento, compilado pela empresa de pagamentos Paymentsense, sugere que, embora o Reino Unido tenha muito a oferecer aos empreendedores, a desapontadora taxa média de sobrevivência de novos negócios de cinco anos diminui a popularidade e a preferência pelo país.

Na prática, a Paymentsense sugere os Estados Unidos como o melhor país para empreender. Se a preferência for pela Europa, a Bélgica e a Irlanda são as melhores opções. Canadá e França completam o Top 5 do ranking.

A pesquisa se concentrou em vários critérios para a classificação dos países segundo os recursos oferecidos aos empreendedores. Analisou a população adulta de cada um dos 27 países europeus e norte-americanos, assim como a taxa de empregabilidade. Também levou em conta o pagamento médio anual e o custo de vida em cada mercado. Para finalizar, considerou o tempo de sobrevivência das empresas iniciantes.

É nesse critério final que o Reino Unido deixa a desejar. A pesquisa da Paymentsense indica que apenas 43% das empresas britânicas recém-lançadas chegam ao quinto aniversário. Em contrapartida, o índice nos EUA é de 51%, subindo para 64% na Bélgica e 80% na Irlanda.

O Reino Unido ganha destaque em outra parte da pesquisa. Com uma taxa de empregabilidade de 75%, é superado por poucos países no quesito. Um aspecto negativo é o custo de vida, que é alto em comparação com outros países, ao mesmo tempo que os salários médios são relativamente baixos.

SAIBA MAIS: D’Or Consultoria inova no modelo de negócio

O estudo pode desiludir os dirigentes políticos encarregados de impulsionar a atividade empresarial no Reino Unido. Mesmo com o progresso nos últimos tempos em persuadir as pessoas a lançarem novos empreendimentos – os números estão em torno de 500 mil por ano -, há uma persistente preocupação com o fracasso de muitas empresas em proporcionar desempenho sustentável e de longo prazo. Críticos do ecossistema de startups do Reino Unido também apontam que, mesmo com um financiamento limitado disponível para os negócios do tipo, muitas empresas em crescimento têm lutado para assegurar suas finanças, mas isso as impede de colocar em prática todo o seu potencial.

A pesquisa da Paymentsense não leva em conta outros fatores relevantes para o sucesso dos novos negócios, como taxas de crescimento econômico em diferentes países. A considerável força da economia dos EUA sugere que os empreendimentos comerciais no país têm uma maior chance de sucesso do que os seus concorrentes europeus, onde as perspectivas de crescimento parecem mais precárias.

Na política pública, entretanto, o Reino Unido se destacou no suporte oferecido às pequenas e médias empresas, incluindo taxas de impostos mais baixas e uma série de benefícios para negócios em crescimento.

No entanto, embora o número de empresas no Reino Unido tenha aumentado nos últimos anos, o crescimento desse setor desacelerou. O estudo da Paymentsense aponta a necessidade de mais trabalho pela frente para a criação de um ambiente mais encorajador aos empreendedores.

Veja, na galeria de fotos a seguir, os 10 melhores países do mundo para criar um negócio:

  • 1. Estados Unidos

    População em 2019: 329.093.110
    Taxa de emprego em 2019: 70,73%
    Índice de novos negócios que passam dos cinco anos: 50,70%

  • 2. Bélgica

    População em 2019: 11.562.784
    Taxa de emprego em 2019: 64,90%
    Índice de novos negócios que passam dos cinco anos: 64,41%

  • 3. Irlanda

    População em 2019: 4.847.139
    Taxa de emprego em 2019: 68,73%
    Índice de novos negócios que passam dos cinco anos: 80,48%

  • 4. Canadá

    População em 2019: 37.279.811
    Taxa de emprego em 2019: 73.80%
    Índice de novos negócios que passam dos cinco anos: 63.00%

  • 5. França

    População em 2019: 65.480.710
    Taxa de emprego em 2019: 65.33%
    Índice de novos negócios que passam dos cinco anos: 48.18%

  • 6. Eslovênia

    População em 2019: 2.081.900
    Taxa de emprego em 2019: 71.21%
    Índice de novos negócios que passam dos cinco anos: 47.88%

  • 7. Suécia

    População em 2019: 10.053.135
    Taxa de emprego em 2019: 77.50%
    Índice de novos negócios que passam dos cinco anos: 60.20%

  • 8. Áustria

    População em 2019: 8.766.201
    Taxa de emprego em 2019: 73.08%
    Índice de novos negócios que passam dos cinco anos: 50.43%

  • 9. Alemanha

    População em 2019: 82.438.639
    Taxa de emprego em 2019: 76.03%
    Índice de novos negócios que passam dos cinco anos: 38.63%

  • 10. Letônia

    População em 2019: 1.911.108
    Taxa de emprego em 2019: 72.56%
    Índice de novos negócios que passam dos cinco anos: 48.25%

1. Estados Unidos

População em 2019: 329.093.110
Taxa de emprego em 2019: 70,73%
Índice de novos negócios que passam dos cinco anos: 50,70%

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).