6 dicas de SEO para escritórios de advocacia

TimeStopper/GettyImages
Escritórios de advocacia têm algumas técnicas para aumentar efetivamente sua busca orgânica

Resumo

  • Embora enfrentar a otimização de mecanismos de busca e gerar tráfego pareçam algo desafiador, os escritórios de advocacia apresentam técnicas para aumentar seus rankings de busca; 
  • Identificar e segmentar palavras-chaves específicas, construir uma estratégia de conteúdo, monitorar o desempenho do site e atualizá-lo estão entre as estratégias de SEO para impulsionar o tráfego de pesquisas;
  • Obter uma excelente otimização da página, atrair links de qualidade e incorporar vídeos também melhoram significativamente o SEO e o envolvimento do público.

Enfrentar a otimização de mecanismos de busca e gerar tráfego pode ser algo desafiador. Contudo, os escritórios de advocacia têm algumas técnicas para aumentar efetivamente sua busca orgânica.

VEJA TAMBÉM: As maiores tendências de SEO para 2019

Veja, na galeria de fotos abaixo, 6 dicas de SEO para impulsionar o tráfego de pesquisas:

  • 1. Identifique e segmente palavras-chave específicas

    Ao utilizar uma ferramenta como o Google Analytics, analise as origens de tráfego do seu site e as palavras-chave que geram mais cliques. Nessa lista, identifique quais palavras têm altos níveis de busca. Agora você tem em mãos ótimos termos para segmentar.

    Normalmente, segmentamos frases com palavras-chave primárias e secundárias. As primárias são aquelas que o conteúdo da página enfoca especificamente, como “advogado criminal em São Paulo”. Elas conduzirão a maior parte do seu conteúdo. As secundárias, como “penalidades criminais em Brasília”, referem-se a frases primárias. Elas podem ser mais segmentadas, mas também fornecem tráfego. A segmentação de palavras-chave primárias muito concorridas pode render a longo prazo, mas, a curto prazo, talvez não ajude na classificação, por isso é vantajoso criar um plano para classificar ambos os tipos.

    Veja algumas maneiras de incorporar palavras-chave efetivamente ao seu site:

    – Produza conteúdo que inclua, naturalmente, frases-chave primárias e secundárias. Mencione as primárias pelo menos uma vez em cada página, mas também certifique-se de incorporar as alternativas;

    – Adicione links internos que segmentam especificamente suas palavras-chave no conteúdo de páginas relacionadas;

    – Use suas frases em hashtags nas páginas das redes sociais da sua empresa.

  • 2. Obtenha uma otimização perfeita da sua página

    Verifique o conteúdo atual da sua página para checar se está atualizado e inclui o seguinte:

    – Uma URL amigável para o SEO: use frases curtas com palavras-chave;

    – Links de conteúdo do seu site para artigos em páginas confiáveis – evite o direcionamento para concorrentes. Os escritórios de advocacia podem, por exemplo, vincular-se a processos judiciais, sites de tribunais, autoridades locais etc;

    – Inclua palavras-chave no título de sua página, além de sua proposta de venda exclusiva ou slogan;

    – Tags H1 e H2: organize seu conteúdo com cabeçalhos e verifique se as tags H2 têm uma tag H1 compatível;

    – Botões de compartilhamento nas redes sociais: inclua opções que permitam que os visitantes compartilhem facilmente seu conteúdo;

    – Uma chamada na sua metadescrição: escreva de forma atraente para incentivar as pessoas a visitarem o seu site;

    – Texto alternativo para imagens: para garantir a inclusão de pessoas portadoras de deficiências, verifique se o texto alternativo está completo e descritivo.

    Outra coisa que pode ser feita para otimizar o conteúdo das páginas é garantir que elas sejam carregadas rapidamente. Uma pontuação de velocidade de 90 ou mais no Google PageSpeed Insights é a ideal.

  • 3. Construa uma estratégia de conteúdo

    Uma estratégia o ajuda a criar um conteúdo sustentável e, ao mesmo tempo, envolvente, significativo, coeso e, em última instância, atraente para os leitores. Os blogs são uma das formas mais populares de criar conteúdo para sua página. Postar semanalmente é uma boa maneira de manter algo novo em seu site e torná-lo atraente para o Google. O envio de boletins informativos que destacam as postagens mais recentes para os inscritos pode ajudar a garantir que o portal continue na mente deles.

    A atual estratégia de conteúdo para muitos escritórios de advocacia inclui a criação de postagens longas com mais de 2 mil palavras. Muitos descobrem que as postagens mais longas estão entre as mais bem-sucedidas, aquelas capazes de influenciar positivamente a classificação nos rankings de busca.

  • 4. Atraia links de qualidade

    Obter links de outros sites bons para a sua página pode melhorar significativamente o seu SEO. Uma boa maneira de fazer isso é colaborar em outros blogs. Você pode se juntar a outros líderes da indústria ou até mesmo se voluntariar para colunas de aconselhamento.

    Infográficos também podem ser bons para atrair links e explicar informações complexas, ao torná-las mais fáceis para o público. Se você criar e projetar um infográfico, pode solicitar que outras empresas o incorporem em seus sites com um link para o seu portal. A ideia geral por trás desse tipo de compartilhamento é que as pessoas achem as informações visuais úteis e as compartilhem com amigos e familiares ou em suas redes sociais.

  • 5. Monitore o desempenho do site e o atualize

    Monitorar regularmente o desempenho do site e continuar a otimizá-lo é fundamental. Websites exigem atualizações frequentes para garantir que estejam funcionando em níveis máximos de desempenho.

    Veja algumas dicas úteis para garantir que seu site mantenha a performance sempre em alta:

    – Mantenha-se atualizado nas análises, elas fornecem informações valiosas sobre suas taxas de rejeição e conversão. Se você perceber que algumas páginas têm baixo engajamento e altas taxas de rejeição, trabalhe para melhorar o conteúdo, incorporando vídeos e informações mais valiosas;

    – Corrija páginas com erro.

  • 6. Incorpore vídeos em seu site

    Vídeos ajudam o site a ter uma classificação mais alta. Coloque-os na parte superior – isso pode aumentar o tempo que os visitantes passam na página, diminuindo a taxa de rejeição e envolvendo o público ainda mais.

    Veja boas maneiras de utilizar seus vídeos:

    – Tutoriais e aconselhamento: crie vídeos explicativos ou em que profissionais compartilham conselhos para que seus clientes possam entender melhor as áreas de atuação da empresa;

    – Vídeos de perguntas e respostas: peça a um especialista que responda às dúvidas mais frequentes;

    – Vídeos no YouTube: envie para a plataforma e vincule-os ao seu site.

1. Identifique e segmente palavras-chave específicas

Ao utilizar uma ferramenta como o Google Analytics, analise as origens de tráfego do seu site e as palavras-chave que geram mais cliques. Nessa lista, identifique quais palavras têm altos níveis de busca. Agora você tem em mãos ótimos termos para segmentar.

Normalmente, segmentamos frases com palavras-chave primárias e secundárias. As primárias são aquelas que o conteúdo da página enfoca especificamente, como “advogado criminal em São Paulo”. Elas conduzirão a maior parte do seu conteúdo. As secundárias, como “penalidades criminais em Brasília”, referem-se a frases primárias. Elas podem ser mais segmentadas, mas também fornecem tráfego. A segmentação de palavras-chave primárias muito concorridas pode render a longo prazo, mas, a curto prazo, talvez não ajude na classificação, por isso é vantajoso criar um plano para classificar ambos os tipos.

Veja algumas maneiras de incorporar palavras-chave efetivamente ao seu site:

– Produza conteúdo que inclua, naturalmente, frases-chave primárias e secundárias. Mencione as primárias pelo menos uma vez em cada página, mas também certifique-se de incorporar as alternativas;

– Adicione links internos que segmentam especificamente suas palavras-chave no conteúdo de páginas relacionadas;

– Use suas frases em hashtags nas páginas das redes sociais da sua empresa.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook

Twitter

Instagram

YouTube

Baixe o app de Forbes Brasil na Play Store e na App Store

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).