Designer Italiano de calçados aprimora o corpo feminino com seus saltos

Reprodução/Forbes
Francesco Russo fundou sua própria grife em 2013, onde produz modelos elegantes, clássicos e esculturais

Resumo:

  • Com modelos considerados obras de arte, designer dedica sua vida profissional à beleza feminina;
  • O poder das mudanças psicológicas que os calçados são capazes de produzir nas mulheres serviu de inspiração para que o profissional escolhesse o setor;
  • Maior parte de suas clientes têm entre 25 e 45 anos e buscam saltos funcionais para o dia a dia.

Nascido na Itália, o designer francês Francesco Russo é especializado no mais sensual dos saltos. Seu fascínio pelos calçados começou ainda pequeno, quando percebeu que sua mãe e sua irmã se transformavam em “criaturas magníficas” ao usar sapatos altos. Depois de trabalhar em várias lojas, aperfeiçoando suas habilidades, fundou sua própria grife em 2013, onde produz modelos elegantes, clássicos e esculturais que podem até ser considerados obras de arte.

LEIA MAIS: Birman: o designer que faz o pé e a cabeça das tops

Russo conversou com a Forbes sobre moda, negócios e design. Veja, abaixo, os melhores momentos da entrevista:

Forbes: Qual é a sua primeira memória relacionada à moda?

Francesco Russo: É da atriz Renee Simonsen em sua participação no filme “Sotto Il Vestito Niente”, dirigido por Carlo Vanzina, junto com um programa de TV chamado “Nonsolomoda”. Isso foi nos anos 1980, na Itália, às 19h30 de um domingo.

Forbes: Como, quando e por que você entrou na indústria da moda?

FR: Foi uma escolha natural dedicar a maior parte da minha vida a aperfeiçoar a beleza da mulher. Meu pai tinha uma loja de tecidos, minha mãe era uma costureira profissional e tenho duas irmãs mais velhas obcecadas por roupas e moda. Acho que não tinha outra escolha! Naturalmente decidi dedicar minha vida profissional para aprimorar a beleza feminina.

Forbes: Por que sapatos?

FR: Quando eu era criança, comecei a ficar fascinado pelos sapatos das clientes da minha mãe durante seus atendimentos como costureira. Sempre na última prova, elas usavam um modelo de salto para definir o comprimento do vestido. Ao calçar os sapatos, eu percebia que os movimentos mudavam, a maneira como caminhavam se tornava mais leve… Era como se estivesse vendo uma borboleta saindo do casulo. Aos seis ou sete anos, toda vez que eu tinha a chance de ficar sozinho no meu quarto, colocava os sapatos da minha mãe e começava a reproduzir os movimentos que via nas clientes. Isso é o que me fascina nos sapatos, as mudanças psicológicas que eles são capazes de produzir na pessoa que os usa e naquelas que a veem.

Forbes: Como você resumiria a estética?

FR: Clássico, com uma forte atenção às formas, linhas e proporções.

Reprodução/Forbes
Francesco Russo resume a estética de sua grife como “clássica, com uma forte atenção às formas, linhas e proporções”

Forbes: O que estava no seu moodboard [painel de referências] para a coleção outono-inverno 2019?

FR: Uma mulher em um ambiente francês dos anos 1940, com uma poltrona de veludo com estampa de leopardo e uma mobília Dupre Lafont, escolhendo sua lingerie de renda entre peças espalhadas por toda a sala e um estojo de bijuterias repleto de tachas de rock’n’roll em meio ao som da trilha do filme “Procura-se Sudan Desesperadamente”, com Madonna.

VEJA TAMBÉM: Conheça a startup que faz sapatos de salto confortáveis

Forbes: Quem é o seu público?

FR: As mulheres que compram Francesco Russo têm, normalmente, entre 25 e 45 anos. Elas são independentes e têm um forte foco nos sapatos como um objeto de uso funcional.

Forbes: Quais são os princípios fundamentais da sua marca?

FR: O pilar da minha marca é a sensualidade expressa por meio de peças atemporais com uma forte atenção ao conforto, a fim de realçar a beleza natural e a elegância do corpo e da postura feminina.

Forbes: Qual foi o melhor conselho que você já recebeu?

FR: Aprender a ouvir.


Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).