O que a Natura representa para o investidor da Avon

Mario Tama/GettyImages
Vantagem dos acionistas da Avon depende do preço dos papéis da Natura e da taxa cambial no momento do fechamento do negócio

Resumo:

  • Aquisição da Avon, anunciada pela Natura em 22 de maio, vai se dar por acordo de ações e criar a maior empresa de venda direta do mundo;
  • Fusão deve ser concluída até 22 de julho de 2020;
  • Acionistas fundadores da Natura ficam com 50,5% (a maioria) do capital social votante da empresa;
  • Vantagem dos acionistas da Avon depende do preço dos papéis da Natura e da taxa cambial no momento do fechamento do negócio.

A brasileira Natura Cosméticos acertou a aquisição da rival norte-americana Avon Products, um negócio que dá origem à maior empresa de venda direta do mundo. A Avon divulgou detalhes do acordo na semana passada, esclarecendo aspectos financeiros. Conheça, abaixo, os principais pontos do contrato.

VEJA TAMBÉM: Qual será o impacto da Avon nas operações da Natura

Cronograma do acordo

– Em 22 de março de 2019, a Avon Products confirmou que estava em conversa com a Natura Cosméticos sobre uma possível fusão;

– Em 22 de maio de 2019, a Natura anunciou que iria adquirir a Avon em um acordo de ações;

– Ambas as partes concordaram em concluir a fusão até 22 de julho de 2020, e, em caso de descumprimento, o acordo poderia ser rescindido por qualquer uma das duas.

Pontos importantes do acordo

– Os acionistas ordinários da Avon receberão 0,30 ação da entidade combinada Natura Holding S.A. por cada papel da Avon em circulação;

– Os acionistas da Natura receberão 1,0 ação da entidade combinada Natura Holding S.A. por cada ação da Natura em circulação;

E AINDA: Natura vai elevar receita com investimento em marca da Avon

– Os acionistas fundadores da Natura devem desempenhar as funções necessárias para promover o negócio. Juntos, eles detêm 50,5% do capital social votante da Natura;

– A Avon pode ter de pagar US$ 78,6 milhões para a Natura se violar uma das cláusulas do acordo;

– A Natura pode ter de pagar US$ 133 milhões para a Avon se o acordo não se concretizar e se não conseguir todas as aprovações necessárias.

Potencial de alta para os acionistas da Avon

– Como se trata de um acordo de ações, a vantagem dos acionistas da Avon depende do preço dos papéis da Natura e da taxa cambial no momento do fechamento do negócio;

– Num cenário em que o preço da ação da Natura seja de R$ 62 no momento do fechamento do negócio, e a taxa de câmbio do dólar americano seja de 0,25, o preço efetivo é de quase US$ 4,50 para a Avon — um aumento de 15% sobre o preço atual da ação, sem o impacto de quaisquer sinergias relacionadas ao negócio.

LEIA MAIS: Natura compra Avon e cria 4ª maior empresa de cosméticos

O gráfico abaixo, da Trefis, destaca como as mudanças no preço das ações da Natura e a taxa de câmbio do USD-BRL impactam o lado positivo para os investidores da Avon.

Forbes
Preço das ações da Natura e a taxa de câmbio do USD-BRL impactam positivamente os investidores da Avon

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).