Por que micro-influenciadores são tão importantes

Westend61/GettyImages
O engajamento nas postagens tende a atingir um pico quando a conta tem entre 1 mil e 10 mil seguidores

Resumo:

  • Contas no Instagram com 1 milhão de seguidores ou mais podem receber até US$ 50 mil por post patrocinado;
  • Segundo análise da Markerly com 800 mil usuários do Instagram, o engajamento tende a atingir um pico em contas com 1 mil a 10 mil seguidores;
  • Micro-influenciadores têm a tendência de passar maior credibilidade por possuírem perfis comuns e intimistas;
  • Retorno sobre investimento em contas de micro-influenciadores é maior do que em perfis de grandes influencers.

O uso de mídia social em plataformas como o Instagram ainda está em ascensão. O crescente número de usuários que passeia cada vez mais por seus feeds resulta em grandes quantidades de dólares para influenciadores com milhões de seguidores. Na verdade, uma conta no Instagram com 1 milhão de seguidores ou mais pode ganhar mais de US$ 50 mil por um único post patrocinado.

VEJA TAMBÉM: Conheça a empreendedora que deixa influenciadores ricos

Um ponto interessante é o fato de que o engajamento diminui quando os perfis têm milhões de seguidores. Na verdade, segundo uma análise da Markerly com 800 mil usuários do Instagram, o envolvimento nas postagens tende a atingir um pico quando a conta tem entre 1 mil e 10 mil seguidores.

Acredito que a razão para isso seja simples: os seguidores dos influenciadores com impacto menor tendem a confiar mais no perfil que seguem. Esse grupo unido de seguidores pode estar mais propenso a querer comprar produtos comercializados por alguém que eles acham que conhecem ou que parece mais intimista.

Durante meu tempo na Guess, trabalhei em campanhas de marketing de influência com celebridades como Jennifer Lopez e Amanda Cerny, e descobri que o retorno sobre o investimento geralmente é melhor quando se aposta em micro-influenciadores do que em grandes influencers.

Bem-vindo ao mundo dos micro-influenciadores

O que são micro-influenciadores e por que as empresas trabalham com eles?

Nora Carol Photography/GettyImages
Micro-influenciadores são influencers das redes sociais que têm entre 1 mil e 50 mil seguidores leais e engajados

Os micro-influenciadores são influencers das redes sociais que têm entre 1 mil e 50 mil seguidores leais e engajados. Ao contrário das celebridades, que têm 1 milhão ou mais de seguidores, os micro-influenciadores geralmente são pessoas comuns. É isso que lhes dá uma audiência tão fiel. Eles geralmente são especialistas em determinados tópicos e promovem produtos que realmente acham que seu público vai gostar.

E AINDA: The Business of Influence – Ep. 18: microinfluenciadores são o futuro nas redes sociais?

Há três benefícios principais em trabalhar com micro-influenciadores:

1. Eles têm seguidores engajados

O engajamento supera o número de seguidores. Um influenciador pode ter 10 milhões de seguidores que veem o produto ou a empresa promovida, mas, sem engajamento suficiente, a campanha não será bem-sucedida. Os micro-influenciadores, por outro lado, podem ter apenas alguns milhares de seguidores, mas estes geralmente se envolvem mais nas postagens e podem não apenas comprar seu produto, mas também promovê-lo em suas próprias redes de forma espontânea.

2. Eles custam menos

Em vez de gastar US$ 50 mil por um único post patrocinado em uma conta com um milhão ou mais de seguidores, você pode conseguir com que um micro-influenciador escreva um post patrocinado por apenas algumas centenas de dólares.

3. Eles são autênticos

Os micro-influenciadores costumam investir muito em sua marca pessoal, por isso muitos não promovem produtos nos quais não acreditam. Eles também não fazem grandes volumes de posts patrocinados para não comprometer sua autenticidade. Isso é o que os torna muito mais confiáveis ​​do que outros influenciadores no mundo do marketing de mídia social.

Como você pode encontrar e alavancar micro-influenciadores para o seu negócio?

Karl Tapales/GettyImages
As hashtags ainda são relevantes

1. Comece com os seguidores da sua marca

Inicie sua pesquisa pelo micro-influenciador certo, monitorando quem segue sua empresa nas redes sociais. Você provavelmente já possui alguns micro-influenciadores que promovem sua marca. Com a parceria certa, eles podem ajudá-lo a aumentar seu alcance. A chave é a relevância: entenda no que eles são especialistas e como podem atender às demandas e ao público-alvo da sua empresa. Você também pode usar plataformas de marketing de influenciadores para ajudá-lo a encontrar o perfil correto com base no envolvimento, hashtags, número de seguidores, alcance e redes sociais.

LEIA AQUI: Quatro formas de ganhar dinheiro com o TikTok

2. Use hashtags

As hashtags ainda são relevantes. Pesquise micro-influenciadores que usam tags para ver quem já promove seu produto ou empresa – ou um perfil parecido. Essa pode ser uma maneira relativamente fácil de encontrar pessoas que já trabalham como influencers de pequeno porte em seu setor. Você também pode criar sua própria campanha com hashtag da marca para iniciar uma interação e envolver seus clientes.

3. Faça uma promoção cruzada do conteúdo do seu influenciador

A melhor estratégia de micro-influenciador envolve promoção cruzada. Compartilhe as postagens de seu influencer na sua conta comercial. Isso proporciona mais visualizações e tráfego para seu o site, postagens em blogs e páginas das plataformas sociais. É uma vitória certeira.

Incorporar micro-influenciadores na estratégia de marketing pode ser uma ótima maneira de alcançar seu público-alvo. Seja genuíno em sua abordagem com esses profissionais e lhes dê alguma liberdade na medida em que eles criam seus posts de publicidade para que possam manter a autenticidade com seu público engajado.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook

Twitter

Instagram

YouTube

Baixe o app de Forbes Brasil na Play Store e na App Store

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).