Petrobras inicia processo de venda de campos no ES

Outras instalações e gasoduto também serão comercializados pela empresa

Redação, com Reuters
Compartilhe esta publicação:
Jamil Bittar/Reuters
Jamil Bittar/Reuters

A Petrobras detém 100% de participação nos campos de Peroá e Cangoá

Acessibilidade


A Petrobras iniciou o processo para a venda de 100% de suas participações nos campos de produção de Peroá e Cangoá, e na concessão BM-ES-21, onde há a descoberta de Malombe, na Bacia do Espírito Santo, segundo fato relevante publicado hoje (5).

LEIA MAIS: CEO da Petrobras prevê mais refinarias à venda até agosto

A venda, segundo a petrolífera, também inclui as instalações de produção e de escoamento, assim como o gasoduto terrestre até a chegada na Unidade de Tratamento de Gás de Cacimbas (UTGC).

A Petrobras detém 100% de participação nos campos de Peroá e Cangoá, em águas rasas, cuja produção atual é de cerca de 900.000 m³/dia de gás não-associado ao petróleo, e 88,9% de participação no bloco exploratório BM-ES-21, localizado em águas profundas.

O anúncio faz parte de um bilionário plano de desinvestimentos que poderá atingir até US$ 35 bilhões entre 2019 e 2023, segundo as últimas estimativas publicadas pela Petrobras em junho.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

A gestão da estatal busca levantar recursos com a venda de ativos considerados não essenciais para focar seus esforços na exploração e produção de petróleo e gás em águas profundas e ultraprofundas.

Nesta semana, a BR Distribuidora, subsidiária da Petrobras, também publicou prospecto preliminar para uma oferta secundária de ações, por meio da qual ela será privatizada. Somente nesta operação, a Petrobras poderá levantar até R$ 9,28 bilhões.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook

Twitter

Instagram

YouTube

Baixe o app de Forbes Brasil na Play Store e na App Store

Compartilhe esta publicação: