AES Tietê: lucro líquido cai 62% no 2º tri a R$ 35,4 mi

Redução se deve à estratégia de sazonalização adotada pela companhia.

Redação, com Reuters
Compartilhe esta publicação:

Redução se deve à estratégia de sazonalização adotada pela companhia

Acessibilidade


A elétrica AES Tietê, controlada pela norte-americana AES, registrou lucro líquido de R$ 35,4 milhões no segundo trimestre de 2019, um recuo de 61,9% em relação a igual período do ano passado Segundo a empresa, a retração no valor se deu, entre outros fatores, por uma redução de R$ 40 milhões na margem do período, especialmente devido à estratégia de sazonalização adotada pela companhia.

LEIA MAIS: Lucro da AES Tietê sobe 13% no 1° tri com renováveis

Entre as fontes energéticas utilizadas pela AES Tietê, houve no período, em comparação anual, um leve avanço na geração de energia por fonte hídrica, que chegou a 2.236 gigawatts-hora (GWh), mas uma queda de 15% na geração eólica, que terminou o trimestre com 382,8 GWh.

O lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) reportado pela empresa foi de R$ 225,5 milhões, uma baixa de 16,6% ante igual período de 2018.

A receita líquida, por outro lado, avançou 7,3%, para R$ 495,7 milhões.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Tenha também a Forbes no Google Notícias

Compartilhe esta publicação: