Trump diz que EUA não querem discutir Huawei com a China

Presidente afirmou que questão é assunto de segurança nacional

Redação, com Reuters
Compartilhe esta publicação:
Jonathan Ernst/Reuters
Jonathan Ernst/Reuters

“A Huawei é uma grande preocupação das nossas forças armadas”, disse Trump

Acessibilidade


O presidente Donald Trump disse hoje (4) que os Estados Unidos não querem discutir com a China a inclusão da Huawei na lista negra, já que as duas maiores economias do mundo tentam acabar com as tensões comerciais.

LEIA MAIS: China faz denúncia sobre tarifas dos EUA para a OMC

“É uma preocupação de segurança nacional”, disse Trump a repórteres na Casa Branca. “A Huawei é uma grande preocupação das nossas forças armadas, das nossas agências de inteligência, e não estamos fazendo negócios com a Huawei.”

“E veremos o que acontece em relação à China, mas a Huawei não é um player que queremos discutir, sobre o qual queremos falar agora.”

Não ficou claro se os comentários de Trump indicaram uma mudança sobre se ele estaria aberto a discutir a gigante tecnológica chinesa nas negociações comerciais com Pequim.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

O presidente dos EUA no passado disse que estaria aberto a incluir a Huawei nas negociações para chegar a um acordo comercial com Pequim. Trump e o presidente chinês, Xi Jinping concordaram que os EUA iriam aliviar restrições à Huawei e a China iria fazer compras não especificadas de produtos agrícolas dos EUA.

Os Estados Unidos colocaram a Huawei na chamada Lista de Entidades do Departamento de Comércio em maio, por questões de segurança nacional. Geralmente, as peças e componentes dos EUA não podem ser vendidos para aqueles na lista sem licenças especiais.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Compartilhe esta publicação: