Dólar cai ante real com atenções sobre negociações EUA-China

Mercado também aguarda fala do presidente do banco central norte-americana

Redação, com Reuters
Compartilhe esta publicação:
Getty Images
Getty Images

Às 10:27, a moeda norte-americana recuava 0,49%, a R$ 4,0842 na venda

Acessibilidade


O dólar operava em queda contra o real hoje (8), depois de subir mais de 1% na véspera, com agentes do mercado ainda monitorando as relações comerciais entre Estados Unidos e China e à espera da fala do chairman do Federal Reserve, Jerome Powell, em evento.

LEIA MAIS: Dólar encerra em alta de mais de 1% ante real

Às 10:27, a moeda norte-americana recuava 0,49%, a R$ 4,0842 na venda. Na segunda-feira (7), o dólar encerrou em alta de 1,15%, a R$ 4,1045, em dia de maior aversão a ativos de risco no exterior. Na B3, o dólar futuro tinha queda de 0,60%, a R$ 4,0895.

“Há várias questões adicionando incerteza aos mercados, principalmente as negociações comerciais EUA-China. Hoje, os mercados devem prestar bastante atenção nisso e também no discurso de Powell”, afirmou Jaime Ferreira, diretor de câmbio da Intercam Corretora.

As perspectivas de progresso nas negociações comerciais entre Estados Unidos e China diminuíram na segunda-feira, depois que Washington colocou empresas chinesas em sua lista de sanções devido ao tratamento de Pequim em relação a minorias étnicas predominantemente muçulmanas, e o presidente norte-americano, Donald Trump, disse que um acordo comercial rápido é improvável.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

As incertezas em torno da relação entre os dois países se refletiam nos mercados de câmbio, em dia misto para moedas emergentes pares do real, com o rand sul-africano se desvalorizando e peso mexicano registrando ganhos contra o dólar.

As negociações comerciais de alto escalão entre os dois países devem ser retomadas na quinta-feira (10).

A sessão desta terça-feira também será marcada pela fala de Jerome Powell em um evento em Washington às 15h30 (horário de Brasília). A expectativa é que a autoridade dê mais sinais sobre a leitura do Fed dos dados recentes dos EUA e sobre o futuro da política monetária do banco.

VEJA TAMBÉM: Dólar avança contra o real

Os preços aos produtores norte-americanos caíram inesperadamente em setembro, pressionados pelas reduções nos custos de bens e serviços, o que pode dar ao Federal Reserve margem para cortar os juros novamente este mês buscando limitar o impacto das tensões comerciais e da desaceleração do crescimento no exterior sobre a economia dos EUA.

Segundo operadores, a moeda norte-americana deve continuar operando entre o intervalo de R$ 4,08 e R$ 4,10 até pelo menos o discurso de Powell.

Na cena doméstica, o BC vendeu nesta terça todos os 10.500 contratos de swap cambial reverso ofertados e ainda US$ 525 milhões em dólar à vista, de oferta de US$ 525 milhões.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Compartilhe esta publicação: