Fortuna de Bernard Arnault aumenta US$ 5,1 bilhões

Reprodução/Forbes
A fortuna de Bernard Arnault , CEO do conglomerado de itens de luxo LVMH, aumentou US$ 5,1 bilhões devido a fortes vendas da empresa no terceiro trimestre

Resumo:

 

  • Em função das fortes vendas da maior loja de luxo do mundo, a fortuna de Bernard Arnault, presidente e CEO da LVMH, aumentou US$ 5,1 bilhões desde o final da última quarta-feira (9) e chegou a US$ 99,2 bilhões;
  • A companhia, dona de 75 marcas renomadas, informou que as vendas cresceram 17% no terceiro trimestre devido, principalmente, a artigos de moda e couro.

O homem mais rico da Europa acabou de ficar mais rico.

VEJA MAIS: Bernard Arnault torna-se a 3ª pessoa mais rica do mundo

A fortuna de Bernard Arnault, presidente e CEO da LVMH, aumentou US$ 5,1 bilhões desde o final de quarta-feira (9) graças às fortes vendas na maior casa de luxo do mundo. A companhia, dona de 75 marcas como Christian Dior e Veuve Clicquot, informou que as vendas cresceram 17% no terceiro trimestre.

O preço das ações subiu 5,6% desde o fechamento do mercado de quarta-feira, de modo a aumentar a fortuna de Arnault para US$ 99,2 bilhões. O bilionário ocupa a 3a  posição no ranking da FORBES das pessoas mais ricas do mundo, atrás de Jeff Bezos e Bill Gates, que acumulam patrimônios líquidos de US$ 107,5 e US$ 105,1, respectivamente. Os robustos resultados da LVMH impulsionaram outras ações do mercado de luxo, como, por exemplo, as da Kering, proprietária da Gucci, que subiram 4,2% ontem (10). O patrimônio líquido de seu fundador, François Pinault, rival de Arnault, saltou US$ 1,1 bilhão, para US$ 30,2 bilhões.

A LVMH, conglomerado com sede em Paris, registrou um crescimento significativo em todo o mundo, incluindo a Ásia – apesar dos protestos em Hong Kong -, que representa entre 5% e 10% das vendas globais de luxo, de acordo com a empresa de administração de fundos Bernstein Research. Os negócios da companhia no continente asiático, excluindo o Japão, cresceram 12% no último  trimestre. A empresa observou que o segmento de maquiagem se expandiu rapidamente na China e abriu sua primeira loja Sephora em Hong Kong no mês passado. O crescimento no Japão foi forte graças ao progresso das vendas de vinho e champanhe. No geral, o avanço foi maior em itens de moda e couro.

“Os lançamentos de produtos agora precisam ser globais para serem bem-sucedidos”, disse Arnault à FORBES em 2017. “Isso requer maior investimento – o que nos dá uma vantagem. Criar produtos cada vez mais desejáveis e vendê-los em todo o mundo é o que a LVMH faz de melhor.”

O bilionário se tornou a terceira pessoa mais rica do mundo em junho, quando seu patrimônio líquido atingiu US$ 100,4 bilhões. As ações então caíram, fazendo com que sua fortuna rondasse o patamar dos US$ 100 bilhões. Agora, no entanto, ele está à beira do status de centi-bilionário novamente.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).