Apple inicia construção de nova fábrica de US$ 1 bilhão

O novo campus será no Texas e deve ficar pronto até 2022.

Mariana Labbate
Compartilhe esta publicação:
Valery Sharifulin\TASS\Getty Images
Valery Sharifulin\TASS\Getty Images

Investimento bilionário faz parte de plano de expansão da Apple

Acessibilidade


Resumo:

  • Apple faz investimento bilionário em nova fábrica no Texas;
  • A construção de US$ 1 bilhão começou hoje (20);
  • O novo local terá como foco a produção do novo modelo do Mac Pro.

A Apple iniciou hoje (20) a construção de seu investimento de US$ 1 bilhão em uma nova fábrica da empresa na cidade de Austin, no Texas. A nova planta da companhia deverá ser entregue em 2022, e empregará 5.000 pessoas inicialmente. O principal propósito é a manufatura do novo Mac Pro, um dos carros-chefes entre os computadores da Apple e um dos únicos produzidos nos Estados Unidos atualmente.

LEIA MAIS: Apple lança app que permite que usuários participem de estudos sobre saúde

“Construir o Mac Pro, o produto mais poderoso da Apple, em Austin é motivo de orgulho e um testamento ao poder da criatividade norte-americana,” disse Tim Cook, CEO da Apple, em uma declaração.

A fábrica será abastecida inteiramente por energia renovável, incluindo painéis solares. A empresa também tem uma parceria com a Bartlett Tree Experts, uma firma de conservação, para preservar a vegetação local. Da área total de mais de 500 mil metros quadrados, mais de 200 mil serão preservados com a fauna e flora, e a área será aberta ao público.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

De acordo ainda com a declaração da Apple, o novo Mac Pro – que será o foco da nova fábrica – é 15 mil vezes mais rápido que o Mac original.

O projeto já havia sido anunciado em dezembro, como parte de um plano de expansão da Apple pelo país. A empresa já teve outros investimentos bilionários em fábricas, como seu campus em Cupertino, na Califórnia, que custou US$ 5 bilhões.

A companhia ainda disse que o comprometimento de contribuir à economia norte-americana com US$ 350 bilhões entre 2018 e 2023 ainda está de pé. Eles também têm planos de investir US$ 30 bilhões em expansão de capital no mesmo período.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Tenha também a Forbes no Google Notícias

Compartilhe esta publicação: