Petrobras conclui deslistagem de suas ações na Argentina

Acionistas podem manter os papeis e vendê-los em outros mercados onde continuam sendo negociados .

Redação, com Reuters
Compartilhe esta publicação:
 Iurii Garmash?Getty Images
Iurii Garmash?Getty Images

A Petrobras efetivou a retirada do regime de oferta pública na Argentina

Acessibilidade


A Petrobras efetivou ontem (11) a retirada do regime de oferta pública na Argentina, o que significa que a partir de agora as ações da petroleira não são mais negociadas no mercado do país vizinho, informou a empresa em comunicado.

LEIA MAIS: Governo obtém R$ 70 bi em leilão da cessão onerosa dominado por Petrobras

A estatal havia anunciado a decisão da deslistagem na Argentina em outubro, com previsão de retirada de suas ações de circulação em 4 de novembro – no início deste mês, porém, a empresa prorrogou em uma semana o período de negociações.

Segundo a Petrobras, os acionistas da companhia na Argentina podem manter suas ações depositadas junto ao agente de custódia do mercado argentino (Caja de Valores), vendê-las nos mercados em que as ações da companhia continuam negociadas ou vendê-las no mercado brasileiro com assessoria do banco BBVA.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Compartilhe esta publicação: