Ericsson supera estimativas de lucro do 1° tri, apesar de pandemia

Balanço Financeiro Forbes
Balanço Financeiro Forbes

A Ericsson aproveitou o aumento de demanda do mercado de telecomunicações e superou estimativas de lucro trimestral

A Ericsson divulgou hoje (22) lucro trimestral acima das estimativas de mercado, pois a demanda por equipamentos utilizados em redes 5G permaneceu forte, mesmo com a pandemia de coronavírus prejudicando seus principais mercados, China e Estados Unidos.

À medida que o coronavírus causa paralisações nas indústrias em todo o mundo, o setor de telecomunicação é um dos poucos que registrou aumento na demanda, conforme mais pessoas trabalham remotamente, beneficiando empresas como a Ericsson.

LEIA MAIS: Preços do petróleo tocam menor nível neste século devido à crise do coronavírus

“Há incerteza de curto prazo em torno dos volumes de vendas devido à Covid-19 e à situação macroeconômica, mas com a visibilidade atual não temos motivos para alterar nossas metas financeiras para 2020 e 2022”, disse o presidente-executivo Borje Ekholm em comunicado.

Apesar das paralisações regionais e da incerteza econômica relacionada à pandemia, o gasto de capital com redes 5G é uma área de investimento resiliente e trabalhadores do setor são vistos como essenciais, escreveram analistas do BofA em nota.

O lucro operacional ajustado do primeiro trimestre subiu para 4,6 bilhões de coroas suecas (US$ 455,16 milhões), superando a estima média de 4,13 bilhões de coroas, de acordo com dados da Refinitiv.

A receita total subiu 2%, para 49,8 bilhões de coroas, mas ficou aquém da estimativa de 52,09 bilhões de coroas suecas.

LEIA TAMBÉM: CEOs globais veem recessão em forma de U devido a coronavírus, mostra pesquisa

A margem bruta aumentou para 39,8%, ante 38,4% no mesmo trimestre do ano anterior. Ekholm disse que a margem bruta em seus negócios de redes aumentou para 44,6%, refletindo os fortes fundamentos de negócios com alta atividade em várias regiões. (Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).