Gympass desliga um terço dos colaboradores

Getty Images
Getty Images

Cerca de um terço da força de trabalho, de 1.300 funcionários, foi demitida

O serviço de assinatura corporativa de academias Gympass desligou aproximadamente um terço de sua força de trabalho global por conta do impacto causado pela crise do coronavírus.

As demissões seguem uma reunião, ocorrida hoje (3), em que o CEO global da empresa, Cesar Carvalho, convocou todos os colaboradores da empresa, e compartilhou informações sobre mudanças na liderança e na força de trabalho global de aproximadamente 1.300 funcionários.

Na comunicação interna, a empresa disse que sofreu uma queda drástica no número de assinaturas do benefício corporativo e que visitas às academias haviam praticamente zerado.

LEIA MAIS: Fundador da Gympass acelera expansão global da empresa brasileira

Segundo um dos colaboradores demitidos, Carvalho começou a reunião falando sobre a nomeação de Leandro Caldeira, CEO Brasil da empresa, como o novo responsável pelas operações na América Latina.

Após esse anúncio, Carvalho anunciou que haveria uma reestruturação da empresa, e que todos receberiam um pacote de auxílio. O fundador então terminou a reunião sem dar mais detalhes, segundo o ex-funcionário da startup.

Poucos minutos depois da reunião, o colaborador conta que os funcionários da Gympass, em sua grande maioria trabalhando remotamente, começaram a perder os acessos aos sistemas da empresa.

Contatada pela FORBES, a Gympass não havia se posicionado até o momento de produção desta reportagem.

Na última semana, a startup unicórnio, que é investida do mega fundo SoftBank, anunciou uma série de medidas para ajudar as milhares de academias em diversos países que usam o serviço de assinatura corporativa da startup e estão de portas fechadas durante a pandemia. No Brasil, a empresa tem 23 mil academias parceiras e quase todas tiveram que suspender atividades. A situação é a mesma nos outros mercados, por conta do alastramento do coronavírus.

Para minimizar os danos sofridos por academias inoperantes, a Gympass ofereceu um sistema que permite agendar, validar e frequentar aulas online, para academias que tem a opção de aulas por streaming, bem como uma plataforma de aulas de aulas própria para os parceiros não digitalizados.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).