Lançamentos da Tenda desabam 57% no 1º tri sob efeito do coronavírus

Balanço Forbes
Balanço Forbes

Apesar de queda nos lançamentos, a construtora Tenda afirmou que os demais indicadores operacionais não sofreram variações materiais

A construtora Tenda informou hoje (15) que lançou apenas quatro empreendimentos no primeiro trimestre, com volume geral de vendas (VGV) de R$ 165,6 milhões, redução de 57% na comparação com mesma etapa de 2019, sob efeito do coronavírus.

“Mudanças no funcionamento dos cartórios e das prefeituras de diversas cidades, decorrentes das medidas de contenção da pandemia de Covid-19, foram o principal motivo para a queda dos lançamentos”, afirmou a companhia em comunicado.

LEIA MAIS: Bradesco planeja levantar até R$ 12 bi com Banco Central

Na comparação com o último trimestre de 2019, a queda foi ainda maior, de 80%

No entanto, a Tenda afirmou que os demais indicadores operacionais não sofreram variações materiais.

As vendas brutas, por exemplo, de R$ 540,9 milhões, representaram um crescimento de 22% ano a ano.

LEIA TAMBÉM: FMI: crise provocada pela pandemia afeta projeções para contas públicas do Brasil

A Tenda afirmou ainda que os bancos que fornecem crédito habitacional para o programa Minha Casa Minha Vida estão oferecendo alternativas digitais para evitar a ruptura nas vendas e repasses durante o período de quarentena e que o bom funcionamento delas pode mitigar o impacto negativo sobre as vendas e os repasses nos próximos meses.(Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).