Secretário Marcos Troyjo, da Economia, vai presidir banco do Brics

Brasil assumirá o comando da instituição, mas posse efetiva do brasileiro precisa seguir protocolo.

Redação
Compartilhe esta publicação:
Thierry-Monasse_Getty-Images
Thierry-Monasse_Getty-Images

Marcos Troyjo assume o comando que era do indiano K. V. Kamath

Acessibilidade


O Brasil confirmou a indicação do atual secretário especial de Comércio Exterior e Assuntos Internacional do Ministério da Economia, Marcos Troyjo, para a presidência do Novo Banco de Desenvolvimento (NDB), o banco do Brics.

A deliberação do Conselho de Governadores do banco, que tem sede em Xangai, na China, acontecerá no próximo mês para definição da presidência.

LEIA MAIS: Governo avalia operação conjunta de companhias aéreas em novo enxugamento de voos

O Brasil vai assumir o comando da instituição, o que já era sabido, mas a posse efetiva de Troyjo precisa antes seguir um protocolo, para formalizar o apoio dos demais países do Brics – Rússia, Índia, China e África do Sul.

Hoje, o NDB é presidido pelo indiano K. V. Kamath, primeiro a comandar a instituição. Em entrevista à Reuters em novembro, Kamath previu apoio adicional da instituição a investimentos em infraestrutura no Brasil.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

(com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Tenha também a Forbes no Google Notícias

Compartilhe esta publicação: