Montadoras de veículos têm queda de 99% na produção de abril ante março

Getty/Images
Getty/Images

A produção do mês passado somou apenas 1.800 carros

A indústria automotiva do Brasil teve queda de 99% na produção de abril ante março, impactada pelas medidas de quarentena adotadas por Estados e municípios na expectativa de conter o avanço da epidemia de coronavírus.

A produção do mês passado somou apenas 1.800 carros, comerciais leves, caminhões e ônibus. A indústria tem uma capacidade para produzir cerca de 5 milhões de veículos por ano no Brasil.

LEIA MAIS: BNDES espera finalizar em maio ajuda para indústrias automotiva, aérea e de energia

Já as vendas de veículos novos despencaram 66% em abril ante março, para 55,7 mil unidades, informou a associação que representa o setor, Anfavea, hoje (8).

Com isso, as montadoras encerraram o mês passado com estoques suficientes para quatro meses de vendas. “Só não é pior porque paramos de produzir para preservar caixa”, disse o presidente da Anfavea, Luiz Carlos Moraes, em apresentação transmitida pela internet.

O executivo afirmou que a crise também impactou o setor de locadoras de veículos, um dos principais clientes da indústria automotiva. “Com a crise, cerca de 160 mil carros foram devolvidos pelos motoristas de aplicativos às locadoras por causa da queda no número de corridas”, disse Moraes. (Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).