BNDES aprova financiamento de R$ 208 mi para parque eólico da Casa dos Ventos no RN

Jamil Bittar/Reuters
Complexo do qual a usina faz parte soma uma capacidade instalada total de 504 MW

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) aprovou financiamento de longo prazo de R$ 208 milhões para a implantação do parque eólico Ventos de Santa Martina 14, da Casa dos Ventos, no Rio Grande do Norte, informou a instituição hoje (30).

Segundo comunicado do BNDES, o banco financiará as obras de implantação e a aquisição de equipamentos nacionais para o parque, que faz parte do Complexo Eólico Rio do Vento, nos municípios de Caiçara do Rio do Vento e Riachuelo.

VEJA TAMBÉM: BNDES aprova R$ 20 mi para ampliação da oferta de leitos e testes

O montante será concedido à sociedade de propósito específico Ventos de Santa Sofia Energias Renováveis, disse o BNDES. A previsão é de que o parque entre em operação em um ano, com capacidade de 63 megawatts (MW).

O complexo do qual a usina faz parte soma uma capacidade instalada total de 504 MW.

A produção da usina foi comercializada pela Casa dos Ventos no mercado livre de eletricidade, no qual grandes empresas podem negociar diretamente o suprimento com geradores e comercializadoras. A empresa fechou contrato de longo prazo com um “grupo nacional do setor automotivo”, que terá ainda opção de compra de uma fatia do empreendimento, acrescentou o BNDES.

O banco disse ainda que, para definir o empréstimo, levou em conta metodologia própria conhecida como “preço de suporte”, que visa estabelecer um valor para a parcela não vendida da energia de usinas. (Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Inscreva-se no Canal Forbes Pitch, no Telegram, para saber tudo sobre empreendedorismo: .

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).