Comitê da Câmara dos EUA diz que se opõe a qualquer acordo comercial entre EUA-Brasil

Getty Images / dkfielding
Representantes alegam que o governo Bolsonaro vem mostrando “uma total desconsideração pelos direitos humanos básicos”

O Comitê de Assuntos Tributários (“Ways and Means”) da Câmara dos Deputados dos Estados Unidos disse hoje (3) que se opôs ao plano do governo Trump de expandir os laços econômicos com o Brasil, sob a liderança do presidente Jair Bolsonaro, dado seu histórico no que diz respeito aos direitos humanos e ao meio ambiente.

O presidente do Comitê, Richard Neal, e seus colegas democratas no Comitê afirmaram, por meio de uma carta ao representante comercial dos EUA, Robert Lighthizer, que o governo Bolsonaro vem mostrando “uma total desconsideração pelos direitos humanos básicos”.

VEJA TAMBÉM: Bolsonaro veta destinação de R$ 8 bi para combate ao coronavírus

“Nós nos opomos fortemente a buscar qualquer tipo de acordo comercial com o governo Bolsonaro no Brasil. O aprimoramento do relacionamento econômico entre os EUA e o Brasil, neste momento, iria minar os esforços dos defensores dos direitos humanos, trabalhistas e ambientais brasileiros para promover o estado de direito e proteger e preservar comunidades marginalizadas”, escreveram eles. (Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Inscreva-se no Canal Forbes Pitch, no Telegram, para saber tudo sobre empreendedorismo: .

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).